Tamanho do texto

Um dos maiores prêmios do cinema divulgou a lista de indicados nesta terça-feira (23) e diversos artistas já se pronunciaram sobre suas indicações; veja

Os indicados ao Oscar 2018, que celebra a 90ª edição da premiação de cinema este ano, foram anunciados na manhã desta terça-feira (23). Atendendo expectativas e liderando a lista, “A Forma da Água” , de Guillerme Del Toro, alcançou 13 indicações, quase quebrando o recorde de “Titanic” (1998) e “La La Land: Cantando Estações” (2017). Algumas surpresas também aconteceram, como o longa “Trama Fantasma” que recebeu seis indicações – incluindo Melhor Filme.

Sally Hawkins indicada ao Oscar 2018 de Melhor Atriz e seu filme,
Divulgação
Sally Hawkins indicada ao Oscar 2018 de Melhor Atriz e seu filme, "A Forma da Água", concorre em outras doze categorias

Leia também: "A Forma da Água" lidera corrida para o Oscar 2018 com 13 indicações

Atriz Meryl Streep recebeu a sua 21ª indicação ao Oscar nesta edição na categoria de Melhor Atriz
Reprodução Instagram
Atriz Meryl Streep recebeu a sua 21ª indicação ao Oscar nesta edição na categoria de Melhor Atriz

Ficar indiferente às indicações de um dos maiores prêmios do cinema é quase impossível, até para a atriz Meryl Streep que recebeu a sua 21º indicação no Oscar 2018 . A atriz comentou ao Hollywood Reporter  que se sentia “honrada além da média por esta indicação por um filme que amo, um filme que está em defesa da liberdade de imprensa e inclusão das vozes das mulheres no movimento da história”. Outra atriz que também entrou na lista foi Sally Hawkins de “A Forma da Água”. Hawkins chegou a comentar que chegou até este patamar “por causa da grandeza dos outros”. “Fico no ombro dos gigantes. Guillermo me entregou um presente com esse papel, esse filme”, comentou a atriz. Laurie Metcalf, que também concorre à categoria de atriz coadjuvante, afirmou que “é tão maravilhoso ter esse tipo de reconhecimento para um projeto que você se apaixonou e viu cada um derramar seu coração e alma para fazê-lo”.

Leia também: Oscar chega aos 90 anos mais diverso e receptivo ao cinema de gênero

Já Timothée Chalamet, o ator de 22 anos que estrelou no aclamado “Me Chame Pelo Seu Nome”, recebeu a sua primeira indicação no Oscar 2018. O jovem afirmou se estar um pouco em “estado de choque”, agradecendo à todos os que fizeram o filme acontecer. “O sentimento de gratidão que tenho no momento tem menos a ver com a realização individual e mais com a apreciação pelos artistas honrados nesta categoria e todos os indicados neste ano”, afirmou.

Enquanto uns comemoram a sua primeira indicação, a cantora e atriz Mary J. Blige, de “Mundbound”, teve a honra de ver o seu nome aparecer na lista do Oscar 2018 duas vezes: melhor atriz coadjuvante e melhor canção original, com Mighty River . “Eu estou praticamente sem palavras. Estou tão emocionada e grata por ter meu trabalho como atriz e cantora reconhecido”, afirmou a artista. “Eu estou tentando não chorar”, completou.

Leia também: Oscar tem melhor participação de brasileiros desde “Cidade de Deus”

Richard Jenkins não esperava ser indicado ao Oscar com a sua atuação em
Reprodução
Richard Jenkins não esperava ser indicado ao Oscar com a sua atuação em "A Forma da Água"

Apesar de “A Forma da Água” ser um dos filmes que estavam cotados para receber maiores indicações no prêmio, Richard Jenkins não acreditava que seu nome iria aparecer na lista. O ator foi indicado a Melhor Ator Coadjuvante e afirmou que “pensava ‘bem, eu provavelmente não vou ser indicado’, mas surpresa, surpresa!”, disse ao Hollywood Reporter. “Eu sou humilde. É outro mundo para mim. Fui em excelentes filmes com muito reconhecimento, mas 13 indicações ao Oscar - de jeito nenhum! Estou tão feliz por todos”, completou. Já Denzel Washington, que recebeu indicação a melhor ator no filme “Roman J. Israel, Esq.” afirmou ao E News! que estava “realmente honrado por ser reconhecido pela Academia por um personagem tão rico que foi lindamente escrito por Dan Gilroy”.

Os nomes da direção

Jordan Peele afirmou ter chorado com o resultado
reprodução/Hollywood Reporter
Jordan Peele afirmou ter chorado com o resultado

Apesar dos diretores homens e brancos ainda dominarem as indicações ao prêmio, o Oscar 2018 trouxe Greta Gerwing como a única mulher a ser indicada na categoria e Jordan Peele como o único negro – que também foi o primeiro cineasta negro a concorrer como melhor diretor, produtor e roteirista na história do Oscar. Peele chamou atenção nas redes sociais por suas reações cômicas: “Qual é o posto de Sunken Place?”, disse em relação à prisão do seu filme. Ele ainda acrescentou: “Acabei de falar com o Daniel [Kaluuya, indicado a Melhor Ator]. Você sabe quando você está no telefone tentando disfarçar o som de um choro feio? Eu falhei nisso”, comentou.


Greta Gerwing entra para a história como a quinta mulher a ser indicada à Melhor Direção
Reprodução
Greta Gerwing entra para a história como a quinta mulher a ser indicada à Melhor Direção

Já Gerwing, de “Lady Bird”, afirmou que estava entre “risos e lágrimas” ao Hollywood Reporter. A diretora é a quinta mulher a ser nomeada como melhor diretora. “Eu lembro de assistir ao Oscar quando Katheryn Bigelow venceu e o quanto isso significou para mim. Eu estava fazendo uma festa e estava chorando e muito emocionada. Foi profundamente significativo, estou muito mexida por tudo isso”, completou.

Guillermo Del Toro já é um veterano para a Academia e recebeu a informação com muito entusiasmo. "Eu estava bebendo um grande cappuccino de leite com amêndoa com amigos e minha equipe com grande suspense", disse o diretor sobre assistir as indicações da manhã. "Eu gostaria de permanecer muito zen sobre isso, mas quando chegam os últimos segundos, você simplesmente não consegue". Vale lembrar que além do mexicano, outro latino-americano também conseguiu emplacar seu filme na categoria de Melhor Filme na premiação: o brasileiro Rodrigo Teixeira é o produtor de "Me Chame Pelo Seu Nome". 

Nos filmes estrangeiros, "The Square" emplacou na categoria como já era o esperado e o diretor suéco, Ruben Östlund afirmou que pensa que o filme tem ressoado porque busca "destacar um certo tipo de tópico em nosso tempo - a desigualdade -, mas também como as pessoas sentem impotência". 

A premiação do Oscar 2018 acontece no dia 4 de março, domingo, nos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.