Tamanho do texto

O ator recebeu diversas acusações no Twitter durante a premiação que foi marcada pelos protestos contra o assédio sexual em Hollywood

James Franco , conhecido por suas atuações em "Planeta dos Macacos – A Origem", "Oz, Mágico e Poderoso" e "127 Horas", foi acusado de assédio sexual por diversas atrizes, entre elas estavam Ally Sheedy ("Clube dos Cinco"), Violet Paley e Sarah Tither-Kaplan . Sheedy, que trabalhou diretamente com o ator na peça The Long Shriftfoi ,  foi a primeira a demonstrar desconforto no Twitter pela presença de Franco recebendo o prêmio como o Melhor ator em filme de Comédia ou Musical pelo seu desempenho como Tommy Wiseau, em "O Artista do Desastre".

A atriz não acusou o ator diretamente, porém, levantou um questionamento por sua presença e desabafou: “Nunca me perguntem por qual motivo deixei a indústria dos filmes e a TV”.

Leia também: Estrelas vestem tapete vermelho do Globo de Ouro de preto contra assédio sexual

James Franco em cena no filme
Divulgação
James Franco em cena no filme "O Artista do Desastre"

Logo em seguida, diversas outras acusações foram feita a Franco. A atriz Violet Paley diz que o ator empurrou sua cabeça em direção ao seu pênis e que convidou uma amiga sua de 17 anos a ir ao seu encontro em seu hotel. Já Sarah, atriz que atuou em "Blood Theatre" e "No Long Home" dirigidos por Franco, acusou o mesmo por tentar fazer com que as atrizes que trabalhassem em seus filmes ficassem nuas sem terem combinado isso antes. Sarah também se pronunciou com ironia a respeito do broche #TimesUp que o ator usava: “Cute #TIMESUP pin James Franco”.

Outras pessoas acabaram se pronunciando no Twitter sobre o caso. A repórter Anne Helen Petersen twitou se Franco sabia a diferença entre perseguir menores de idade e assédio sexual. Já a escritora Jessica Valenti, relembrou outro caso de assédio no qual o ator estava envolvido: “Eu ainda me lembro de James Franco tentando flertar com uma adolescente no Instagram”.

#TimesUp

James Franco no palco para receber seu Globo de Ouro
Reprodução/TNT
James Franco no palco para receber seu Globo de Ouro

Criado por Meryl Streep e Natalie Portman , a iniciativa Time’s Up é um fundo de defesa legal para assegurar apoio legal a mulher e homens que foram sexualmente assediados, abusados ou agredidos em seu local de trabalho. Mais de 300 atrizes, diretoras, roteiristas e executivas da indústria do entretenimento fazem parte do time para enfrentar o assédio sexual em Hollywood.  

Leia também: Cineasta ganhador do Oscar é acusado de assédio sexual por diversas mulheres

Antigas acusações

Em 2014, James Franco admitiu ter trocado mensagem com uma fã no Instagram tentando marcar um encontro, mas na época, a jovem só tinha 17 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.