Tamanho do texto

Rotten Apples é o site que mostra as produções com assédio sexual nos bastidores. Site foi criado após dezenas de denúncias de assédio sexual

Após dezenas de denúncias de assédio sexual em Hollywood , que fez com que grandes nomes da indústria cinematográfica que pareciam intocáveis vissem o fim de suas carreiras, como o produtor Harvey Weinstein e o ator Kevin Spacey , muitos cinéfilos ficaram incomodados. Afinal, como saber se por trás de sua produção favorita há um dos nomes envolvidos nos escândalos?

Leia também: Hollywood em chamas: as atrizes que revelaram a violência nos bastidores

Site mostra se sua série ou filme predileto tem casos de assédio sexual
Reprodução/Internet
Site mostra se sua série ou filme predileto tem casos de assédio sexual

Foi pensando nesse questionamento que surgiu o site Rotten Apples ( https://therottenappl.es/ ) - em uma referência ao agregador de críticas Rotten Tomatoes -, que permite descobrir se há algum ator do elenco ou alguém por trás das câmeras que tenha sido denunciado por assédio sexual no seu filme favorito ou naquele que pretende assistir.

Leia também: Mariah Carey é acusada de assédio sexual por ex-segurança

Para descobrir isso, é bem simples: basta inserir o nome do filme (em inglês) no campo de busca e apertar "Enter". Caso apareça a expressão "Fresh Apples", em verde, a produção está livre de assediadores. Já caso apareça a frase "Rotten Apples" em vermelho, há um ou mais nomes envolvidos nesses casos - e eles são listados logo abaixo da caixa de pesquisa. Há ainda o link da notícia com a denúncia.

Apesar de relativamente completo, o site Rotten Apples tem algumas falhas e nomes que deveriam, mas não estão na lista. Como, por exemplo, o produtor Andrew Kreisberg, alvo de denúncias, não é citado pela série "Supergirl", assim como o ator James Woods pela animação "Hercules" e o diretor Savino pela série animada "Loud House". 

Leia também: George Clooney é acusado de acobertar caso de assédio sexual

Contudo, a página Rotten Apples permite que o usuário entre em contato com os responsáveis para sugerir mudanças, correções e até mesmo inclusões de nomes, como os citados acima, que ainda não aparecem no banco de dados do site. Os responsáveis também afirmam que o objetivo não é condenar ou boicotar as produções, mas sim, levar a conhecimento do público em geral quem são os nomes envolvidos em escândalos de assédio sexual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.