Tamanho do texto

Warner se esforça para mostrar um pouco de tudo que tem para 2018, mas não evita sentimento de frustração com painel abaixo das altas expectativas

Um dos painéis mais aguardados da CCXP 2017, a exposição da Warner Bros., que tradicionalmente já ocupa do domingo e último da dia Comic-Con Experience em São Paulo, ficou abaixo das expectativas. Apesar de contar com os protagonistas de dois dos principais lançamentos do estúdio no primeiro semestre de 2018, o painel não sustentou muito além disso.

Leia também: Alicia Vikander e as atrizes suecas que encantam Hollywood

Painel da Warner na CCXP 2017
Divulgação/CCXP
Painel da Warner na CCXP 2017


“Vocês estão de parabéns. Muita gente chorando lá fora porque não conseguiu entrar”, bradou o apresentador Léo Lins para um auditório Cinemark absolutamente lotado. “O painel da Warner é como se fosse o Enem”. Chutando a porta, como disse o host, a Warner abriu sua apresentação com Tye Sheridan e Simon Pegg, que vieram ao palco falar um pouco de “Jogador nº 1”, que estreia em 5 de abril no Brasil e apresentar o novíssimo trailer do longa.

Leia também: “Não querem boas histórias, querem vender”, critica autor de "30 Dias de Noite”

Steven Spielberg, claro, foi o principal tópico da conversa no palco do auditório. “Ele é um homem horrível”, brincou o britânico Pegg, que já havia trabalhado com o cineasta em “As Aventuras de Timtim” (2011). “Spielberg é uma das pessoas mais generosas que eu conheci”, emendou. O ator aproveitou o ensejo para destacar a evolução da performance capture entre 2009, quando filmou Timtim e agora, quando lança “Jogador nº 1”. Sheridan, por seu turno, foi só elogios ao homem responsável por clássicos como “E.T” e “Tubarão”. “Você não precisa nem mesmo trabalhar nessa indústria. Se você ama filmes, você foi impactado por Spielberg. Portanto, foi como realizar um sonho”.


Novidades para 2018

Divulgação
"Tomb Raider"

Mesmo sem estar no Brasil, Dwayne “The Rock” Johnson é um dos destaques do evento. Além de gravar um featurette para o painel da Sony, que apresentou “Jumanji”, ele gravou outro para apresentar “Rampage: Destruição Total”. O filme chega às telas em 19 de abril. O trailer exibido após a fala de Jonhson foi o mesmo disponibilizado na internet há alguns dias.

A animação “Pé Pequeno”, em que o homem é a lenda urbana em um mundo habitado por “pés Grandes”, com previsão de estreia para setembro, teve um trailer exibido na sequência. Logo após, Léo Lins chamou um featurette feito exclusivamente para o evento em que os diretores Andy Muschietti e James Wan falam da sequência de “It – A Coisa” e “A Freira” respectivamente. O segundo integra o universo de horror derivado do filme “Invocação do Mal” e estreia em 12 de julho. Algumas imagens exibidas denotam o mesmo clima que garantiu o sucesso da série que tem “Annabelle” como seu derivado mais bem sucedido.

Depois foi a vez de Eddie Redmayne surgir na tela para acalentar os corações dos pottermaníacos. A data de lançamento de “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald” foi confirmada para 15 de novembro do próximo ano.

Aprendendo a ser popstar

Anttes de Alicia Vikander subir ao palco, um making-of de “Tomb Raider: A Origem” foi exibido e ajudou o público a entrar no clima para um dos momentos mais genuínos da feira. A emoção da sueca Alicia Vikander ao entrar no palco e encontrar uma audiência ensandecida foi bonita e contagiante. “Obrigado por me fazerem ter um lampejo do que é ser uma pop star”.

Vikander foi muito atenciosa e solícita durante a exposição sobre o filme. “É uma personagem com uma grande base de fãs e eu queria honrar esse legado”, observou sobre fazer as próprias e duras cenas de ação. A atriz contou que três meses antes do início das filmagens começou a se preparar intensamente na academia para o aspecto físico do trabalho.

Leia também: Confira as melhores imagens da CCXP 2017

Vikander disse que sua abordagem para a personagem consiste em uma jovem mulher tentando entender seu lugar no mundo. Quando “A Origem” começa “ela não tem experiência e está sedenta por aventuras”. A sueca falou, ainda, sobre o aspecto sensual da caracterização. “Eu acho que a maneira como ela era retratada nos anos 90 envelheceu muito. A nossa Tomb Raider é autêntica e sensual de uma maneira que homes e mulheres podem se reconhecer e relacionar”.

Um grupo de cosplayers foi chamado ao palco para tirar uma foto com a estrela, visivelmente emocionada. A consternação era tanta que Vikander foi embora com os cosplayers deixando o painel antes da hora.

A Warner encerrou o painel com um featurette apresentando os próximos lançamentos do universo cinematográfico da DC. “Aquaman” chega em dezembro de 2018.”Shazam”, “Lanterna Verde”, “The Batman”, “Flashpoint”, “Mulher-Maravilha 2” e “Liga da Justiça Sombria” também foram confirmados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.