Tamanho do texto

O Brasiliana Iconográfica é uma iniciativa de diversas instituições em reunir em um acervo digital imagens que marcaram a trajetória do país; confira

A partir desta sexta-feira (27), os fãs de arte poderão se aventurar em mais uma plataforma online que celebra a cultura brasileira. O Brasiliana Iconográfica é o primeiro portal a reunir desenhos, aquarelas, pinturas e gravuras de quatro das principais coleções brasilianas públicas e privadas, além de disponibilizar informações sobre a história da iconografia brasileira. A iniciativa é resultado de uma parceria entre Biblioteca Nacional, Instituto Moreira Salles, Itaú Cultural e Pinacoteca de São Paulo.

Divulgação
"Cidade de São Paulo”, de Charles Landseer é uma das obras que está no acervo de iconografia do Brasiliana Iconográfica

Leia também: Jessika Alves fala sobre momento atual da arte: "Perigoso retrocesso"

O acervo de iconografia  exposto na plataforma digital atualmente contempla cerca de 2500 obras com imagens de alta definição incluindo o recurso de zoom para cada uma delas, com o intuito de que seus detalhes sejam observados. A intenção do projeto, no futuro, é incorporar e disponibilizar outros acervos que não se limitem apenas ao território nacional, ampliando o acesso do público a este tipo de arte.

Leia também: Obra de arte hermética, “Manifesto” aposta em Cate Blanchett para cativar

Divulgação
"Panorama do Recife – PE", de Friedrich Hagedorn

Dentre as obras, há uma série de desenhos originais de expedições e imagens que ilustram obras publicadas no século XIX, trazendo peças de artistas como Michelerie e Franz Keller. Além disso, há também o desenho “Cidade de São Paulo” (1825-1826), do artista inglês Charles Landseer, uma das poucas imagens que retrata a área central da cidade naquela época, além do “Panorama do Recife – PE” (c. 1855), de Friedrich Hagedorn. Outro destaque é o Povoado numa “Planície Arborizada”, de Frans Post datado do século XVII – que foi a primeira obra Coleção Brasiliana Itaú, adquirida em 1969 e “Vista panorâmica da baía de Belém do Pará”, obra pintada em 1870 por Joseph Léon Righini, uma importante peça para a iconografia amazônica que foi recentemente trazida ao país depois de ter sido esquecida em coleções particulares francesas.

Leia também: São Paulo recebe exposição Reflexões Plásticas para exaltar necessidade da arte

Para além das imagens

Além do acervo de iconografia, o site também oferecerá um conteúdo de consulta para os internautas sobre tudo o que remete à brasiliana. O período histórico engloba tudo o que diz respeito à cultura e história do Brasil desde o século XVI, no momento que apareceram os primeiros documentos da América Portuguesa. No portal, é possível viajar no tempo desde esse período histórico até o início do século XX entre imagens e textos da curadoria de especialistas no tema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas