Tamanho do texto

Nielsen, conhecida por medir a audiência na televisão americana, anunciou que desenvolveu um método que permitirá medir a audiência de streamings

Se tem um segredo bem guardado pelos serviços de streaming , é a audiência de seus programas – tanto os produtos originais, quanto o conteúdo comprado. Netflix, Hulu e Amazon não divulgam quantas pessoas assistem seus programas e deixam, principalmente as emissoras de TV, furiosas.

Leia também: Cancelamentos resgatam dúvidas, mas Netflix dobra o risco e consolida seu modelo

Netflix e outros serviços de streaming terão audiência medida nos EUA
Divulgação
Netflix e outros serviços de streaming terão audiência medida nos EUA

Audiência, claro, é um fator determinante para as emissoras. É o que decide que programas ficam e saem da programação, é o que atrai anunciantes e, no fim do dia, quem ganha a disputa da programação. Porém, desde a ascensão da Netflix , as emissoras não sabem exatamente como competir, já que não tem acesso aos números de espectadores. Mas, agora parece que isso vai mudar.

Leia também: Netflix rejeitou "Mr. Robot", "Transparent" e "The Handmaid’s Tale"

A empresa americana Nielsen , que já é conhecida nos EUA por medir a audiência das emissoras, anunciou que vai passar a coletar esses dados. A empresa afirma que descobriu uma maneira precisa de fazer essa medição e já conta com muitos clientes interessados. De acordo com a publicação Variety , A&E, Disney , Lionsgate, ABCUniversal e Warner estão entre as empresas que já contrataram o serviço.

Mesmo incluindo outros serviços, o foco da medição é mesmo a Netflix. “É claro que é a maior da indústria, e a que a maioria dos nossos clientes aponta não ter transparência. Há cerca de 12 mil programas que aparecem na Netflix e não foram medidos no passado”, comentou Megan Clarken, executiva da Nielsen que supervisiona produtos de medição relacionados a vídeo.

Resposta

A Netflix respondeu a Variety por meio de um porta-voz informando que a empresa não fará parte desse esforço de medição e que “os dados apresentados pela Nielsen não são acurados e não refletem a audiência desses shows na Netflix”. A empresa de streaming adotou como política não divulgar a quantidade de pessoas que assiste a cada programa já que, ao contrário dos canais de televisão, não depende de anunciantes para manter sua programação. Porém, o fato de que ela, e outras, transmitem programas que as emissoras também exibem (como “ How To Get Away With Murder ” ou “The Walking Dead”, por exemplo”), faz com que esses canais não consigam ter uma medida exata de quantas pessoas assistem seus programas.

Leia também: Serviços de streaming contratam autores de "The Walking Dead" e "Grey's Anatomy"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.