Tamanho do texto

Bispo da Igreja Universal terá sua história contada no cinema. Distribuição do filme alcançará 190 países em 2018, além de entrar no catálogo da Netflix

A Record encontrou um nicho para entrar na teledramaturgia com as representações de histórias bíblicas. Desde 2015 quando lançou “Os 10 mandamentos”, a emissora conseguiu, enfim, ver suas produções  bem representadas com o público. Elas podem não ter a mesma audiência dos folhetins da Globo, mas, assim como o SBT, a emissora soube encontrar seu caminho. Desde então, a Record já lançou “A Terra Prometida” e “O Rico e Lázaro”, além de lançar um filme baseado em “ Os 10 Mandamentos ”.

Leia também: Globo fecha parceria com Record para exibir filme de "Os Dez Mandamentos"

Bispo Edir Macedo durante sermão em Boston, nos EUA
Reprodução/Facebook
Bispo Edir Macedo durante sermão em Boston, nos EUA

Com 11 milhões de ingressos de bilheteria, o filme  "Os 10 mandamentos" foi sucesso no Brasil. Não só isso, as duas produções (novela e filme) angariaram fãs ao redor do mundo. Na Argentina, a exibição da novela chegou a superar “Avenida Brasil”, e pela América do Sul a história de Moisés continua agradando. Em julho deste ano, em visita ao Paraguai, um dos atores do elenco,  Sérgio Marone pode ter um gostinho da força que o título tem lá fora, desde a sua chegada no aeroporto, como ele mesmo publicou em seu Instagram .

Hola Paraguay, gracias por la recepcion!! 🙌🏽💥#sergiomarone #sergioenpy #ramsesenpy #moisespy #pelosdeuses #obrigadosempre @telefuturo

Uma publicação compartilhada por Sergio Marone (@sergiomarone) em

Leia também: Netflix adquire os direitos do filme do bispo Edir Macedo

Os atores de “A Terra Prometida” também tiveram uma recepção calorosa em visita a Cidade do México, como mostra o vídeo abaixo:

Multidões

O Bispo Edir Macedo também tem muitos seguidores, mas por seu trabalho a frente da Igreja Universal. Com o lançamento de “ Nada a Perder ”, porém, Macedo poderá “testar” sua popularidade para além dos púlpitos, até as salas de cinema. O longa, que será dividido em duas partes, conta toda a trajetória do Bispo, desde sua juventude, passando pela criação da Igreja e compra da Rede Record até os dias atuais.

Pôster japonês de
Divulgação
Pôster japonês de "Os 10 Mandamentos"

Com acordo firmado com a Netflix para divulgação, a primeira parte do filme, que será lançada nos cinemas no primeiro semestre de 2018, estará disponível para streaming três meses depois, ampliando ainda mais o alcance do longa. Mas, não só isso, esse acordo foi feito com a Netflix ao redor do mundo. Isso significa que o filme ficará disponível para 190 países, com potencial de público de 100 milhões de pessoas.

O Bispo já arrasta multidões por onde passa (como na imagem acima em sermão em Boston, nos EUA, em setembro deste ano). Na África do Sul, o lançamento de seu livro “Nada a Perder” gerou comoção em Joanesburgo, como mostra o vídeo abaixo, e arrastou cerca de 62 mil pessoas para um estádio da cidade. O livro, que foi traduzido para seis idiomas, acumulou filas nos lançamentos ao redor do mundo, incluindo França, Japão e EUA.  

O lançamento do filme “Nada a Perder” pode ser o início de um novo capítulo na vida do Bispo Edir Macedo, quebrando as barreiras da religião, e entrando para a história do cinema .

Leia também: Filme sobre Bispo Edir Macedo, “Nada a Perder” tem novas imagens divulgadas