Tamanho do texto

O longa de Guillermo del Toro, que mistura terror, romance e ficção científica, foi o filme mais comentado do Festival de Veneza até o momento

O Festival de Cinema de Veneza começou nessa quarta-feira (30), e a apresentação de alguns dos filmes mais esperados do evento já está rolando. "Downszing", a sátira social de Alexander Payne, foi o primeiro longa a marcar o início das atividades do festival desse ano, mas "The Shape of Water", do diretor Guillermo del Toro, roubou os holofotes. 

Leia também: Filme "Downsizing" abre o Festival de Cinema de Veneza

Exibição de novo filme de Guillermo del Toro, ''The Shape of Water'', foi um dos destaques da abertura do Festival de Cinema de Veneza
Reprodução/Youtube
Exibição de novo filme de Guillermo del Toro, ''The Shape of Water'', foi um dos destaques da abertura do Festival de Cinema de Veneza


O retorno de Guillermo del Toro

O novo filme de Guillermo del Toro  – uma espécie de ficção científica misturada com romance e terror – tem sido o assunto mais comentado do segundo dia do Festival de Cinema de Veneza . Até agora, o longa do diretor mexicano só teve avaliações positivas e está com 100% de aprovação da crítica no site Rotten Tomatoes.

A história se passa durante a década de 60 e foca na relação entre Elisa (Sally Hawkins), uma faxineira muda de uma divisão secreta de pesquisa, e uma criatura aquática que é objeto de estudo de cientistas. Em nota, del Toro afirmou que o filme quer passar uma perspectiva diferente sobre o amor. O filme era uma dos mais aguardados dessa edição do festival e deve estrear no Brasil apenas em 2018. 

Leia também: Festival de Cinema de Veneza abre temporada de candidatos ao Oscar

Outros destaques

Saindo de sua zona de conforto, o diretor Alexander Payne apresentou " Downsizing ", uma sátira social na qual, devido à crise ambiental, pessoas se submetem a um procedimento de encolhimento e passam a viver com mais conforto. Em troca pela nova oportunidade, as pessoas são obrigadas a deixar sua antiga vida para trás e precisam aprender a lidar com sua nova realidade. 

Na noite desta quinta-feira (31), será exibido "The Devil and Father Amorth", de William Friedkin , diretor de títulos como "O Exorcista". O filme é um projeto de não-ficção sobre a experiência do diretor durante uma sessão real de exorcismo. A expectativa em torno da produção é alta e "The Devil and Father Amorth" é umas das projeções mais esperadas deste ano.

Leia também: Conheça 20 filmes que disputam a mostra paralela no Festival de Veneza

Único brasileiro na disputa

O curta do diretor João Paulo Miranda Maria é o único filme brasileiro nessa edição do Festival de Cinema de Veneza. "Meninas Formicida" narra o drama de adolescentes que trabalham e vivem em uma área de reflorestamento. A produção concorre na categoria paralela Orizzonti Shorts e foi exibida pela primeira ves nessa quinta-feira (31).