Tamanho do texto

Diretor Guillermo del Toro volta as origens de “Labirinto do Fauno” com monstros bonzinhos em “The Shape of Water”, com Sally Hawkins

Guillermo del Toro está de volta a sua forma original. Sempre misturando criaturas diferentes com histórias macabras, o diretor volta aos cinemas com “ The Shape of Water ”, que ganhou seu primeiro trailer. O filme tem características que o aproximam de “ Labirinto do Fauno ”, um de seus maiores sucessos.  Dessa vez falado em inglês, o filme é estrelado por Sally Hawkins , Michael Shannon, Richard Jenkins e Octavia Spencer .

Novo filme de Guillermo del Toro,
Reprodução
Novo filme de Guillermo del Toro, "Shape of Water", traz monstro do bem

Leia também: Lista: Cineastas consagrados elegem os melhores filmes da história do cinema

Em “The Shape of Water” Guillermo del Toro conta a história de Elisa, uma solitária faxineira de uma instalação do governo acaba conhecendo uma criatura ( Doug Jones ) desenvolvida em laboratório. Não só isso, ela se apaixona pelo ser aquático e defende-lo de Strickland (Shannon) que o deixa em cativeiro para fazer experimentos.

Leia também: Dos quadrinhos para o cinema: os 25 melhores filmes de heróis já feitos

Os monstros de del Toro

No melhor estilo Del Toro, “Shape of Water” resgata a característica do “monstro bonzinho”, destacada em seus melhores trabalhos como o já comentado “Labirinto do Fauno”, além de " Hellboy ". Antes disso, del Toro havia se aventurado nos robôs imensos e criaturas alienígenas em “ Círculo de Fogo ”, e o suspense “A Colina Escarlate”.

“The Shape of Water” tem estreia prevista para 8 de dezembro nos Estados Unidos o que, apesar de competir na bilheteria de fim de ano com outro aguardado lançamentos, “Star Wars”, também é uma data próxima ao Oscar , mostrando que os estúdio por trás do filme acredita que o longa possa receber algumas indicações.

Em uma entrevista recente para a revista americana The Hollywood Report , Guillermo del Toro afirmou que abriu mão de seu salário como diretor, bem como fundos adicionais. Mas, para ele, o esforço valeu a pena, já que permitiu que ele tivesse mais liberdade do que teria em um grande estúdio. Assista o trailer de “The Shape of Water”

Leia também: O Rei Leão, Cruela, Pinóquio e mais: o futuro da Disney em live-action revelado