Tamanho do texto

Novos personagens e a sutileza na hora de pautar assuntos importantes e interessantes estão entre os muitos motivos para amar a nova animação

No primeiro “Carros”, de 2006, o carrinho mais querido do mundo da animação, Relâmpago McQueen , parecia arrogante e metido quando chegou em Radiator Springs, já que sempre foi uma das maiores potências entre os competidores da Copa Pistão. Porém, em “ Carros 3 ”, o jogo vira: McQueen está mais velho e o medo de se ver fora das pistas por estar ultrapassado veio bater na porta.

Mas, ainda que o clima seja de preocupação para McQueen , o vermelhinho não deixou de se divertir e aprender uma porção de coisas em “ Carros 3 ”. Depois de assistir ao filme em primeira mão antes da estreia no Brasil, prevista para 13 de julho, o iG Gente fez uma lista com dez razões para a amar essa nova sequência cheia de adrenalina e velocidade. Confira!

Cruz

Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema

Para começar a lista, não há item melhor que a personagem Cruz. A nova motorizada de “ Carros 3 ” dá um show de entusiasmo e personalidade na terceira sequência da história de Relâmpago McQueen , além de arrancar várias risadas do público. Com muita disposição e alegria, a treinadora Cruz não só anima todos os carros que estão a sua volta, como também acaba revelando um lado sensível e sonhador durante a nova trama. Uma graça!

Humor

O que também não pode ficar para trás quando se fala em “ Carros 3 ” é o humor. Durante o filme, várias piadinhas e expressões com referências atuais deixam o enredo da animação ainda mais recheado de diversão e arrancam gostosas risadas dos telespectadores. Além do comportamento tradicionalmente cômico de Mate, melhor amigo de Relâmpago McQueen , há também palhaçadas da amarelinha motorizada Cruz, uma das novas personagens, além das de Luigi e seu braço direito nos pit-stops, Guido.

Trilha sonora

Contando com músicas que configuram o bom e velho Rock’n Roll, gênero perfeito para acelerar o coração dos telespectadores enquanto McQueen acelera no asfalto das pistas, é que se tem o principal ingrediente que torna a trilha sonora de “ Carros 3 ” impecável. Brad Paisley, Jorge Blanco e ZZ Ward em parceria com Gary Clark Jr. são alguns dos talentos que aparecem no soundtrack da terceira sequência da história de Relâmpago McQueen . E a trilha sonora do filme “Carros 3” está disponível na íntegra em plataformas de streaming.

Dose de maturidade

Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema

Enquanto em “Carros” e “Carros 2” as tramas apresentavam boas histórias, “ Carros 3 ” traz para as telonas uma que é ainda melhor por um simples motivo: o fato de que McQueen precisa lidar com a possibilidade de se aposentar. Depois de sofrer um grave acidente e ser vencido por Storm, carro da nova geração de alta tecnologia, o vermelhinho se afasta das pistas e, nesse tempo, repensa sua trajetória e em como agir para voltar a ser o titular número um dos asfaltos. Enfrentar problemas da vida adulta torna o filme dono de um enredo muito mais maduro e verossímil, configurando um (entre os muitos) pontos positivos que mais se destacam quando o assunto é a terceira sequência de “Carros”.

Valorização do interesse feminino

Não é só entusiasmo, disposição e alegria que a personagem Cruz leva para os telespectadores e para a trama de “ Carros 3 ”. Ao se revelar sonhadora, a amarelinha motorizada confessa que, apesar de ser treinadora de corredores, seu sonho sempre foi estar justamente do outro lado: correndo. Sem confiança e desestimulada por não ter aproveitado a única chance que teve de se tornar uma real corredora, Cruz cruza seu caminho com o de McQueen , que quer superar toda a tecnologia e velocidade de Storm e, além de colocar sua personalidade exaltadora em prática com o vermelhinho, ainda consegue conquistar coisas que jamais imaginou antes.

Ligação com a realidade

Além de uma maior dose de maturidade inserida na nova sequência de “Carros”, há também um fator que faz com que mais pessoas consigam se identificar com a trama. O que é vivido por McQueen na nova animação aflige não só a ele, mas também pessoas da vida real: atletas profissionais, numa certa altura da vida, também têm de lidar com a possibilidade de se aposentar. Em todas as sequências de “Carros”, fica evidente que o corredor é completamente apaixonado pelo que faz, e o interessante em “ Carros 3 ” é o olhar trazido para coisas de gente grande: às vezes, é preciso abrir mão do que se ama para que novas fases cheguem e apresentem novas oportunidades de se apaixonar por algo.

Show de tecnologia

Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema
Divulgação/Adoro Cinema

A busca de McQueen pela derrota de Storm é o fio condutor de “ Carros 3 ”. Storm é um carro que faz parte da nova geração de competidores: é novo, potente e, acima de tudo, um símbolo no que diz respeito a tecnologia de ponta.  Nesse sentido, não seria justo deixar de fora dessa lista o show de tecnologia dado pela nova animação (que, na verdade, já é comumente dado pela Pixar Animation Studios), que mostra simuladores de velocidade, planos arquitetônicos extremamente avançados e verdadeiras máquinas de velocidade com a devida dose de verossimilhança.

Amor como fio condutor

Outro motivo para ir correndo assistir a “ Carros 3nos cinemas é o  fato do novo longa  ter o amor como fio condutor de todas as coisas que rolam nessa parte da história. McQueen , durante todo o filme , tem de lidar com o tamanho do próprio amor pelas pistas e um possível abandono dessa paixão caso ele tenha que deixá-las. Paralelo a isso, há o amor fraternal entre ele e seu confidente inspirador Doc Hudson, outro fator que funciona como pilar para sustentar os desafios de McQueen na nova fase da vida. Além desses dois, também há a paixão que Cruz tem pela corrida, que se mantém escondida até o momento em que McQueen a ajuda a libertá-la. Como não amar um filme tão cheio de amor?

Nah Cardoso, Giovanna Ewbank e Fernanda Gentil fazem parte do time de dubladores de
Reprodução/Twitter
Nah Cardoso, Giovanna Ewbank e Fernanda Gentil fazem parte do time de dubladores de "Carros 3"

 Dubladores famosos

Atores, youtubers e narradores renomados do esporte. Foi assim que a equipe brasileira responsável pela dublagem de “ Carros 3 ” compôs o time de intérpretes dos personagens animados do longa da Pixar . Além da jornalista Fernanda Gentil dando vida à Natália Certeza, repórter de automobilismo da animação, os youtubers Rezendeevil e Nah Cardoso emprestaram as vozes para Brick Yardley, corredor veterano e amigo de Relâmpago McQueen, e Shannon Spokes, repórter esportiva, respectivamente. A equipe de dubladores conta também com as vozes de Everaldo Marques e Rômulo Mendonça, da ESPN, e da atriz Giovanna Ewbank, que dubla Cruz.

Diversão para crianças e adultos

Um dos principais motivos para amar “ Carros 3 ” é a característica versátil do filme . Apesar de ser uma animação que tem como principal público as pequeninas e pequeninos, a nova sequência da história de Relâmpago McQueen serve para animar, divertir e entreter todos os tipos de telespectadores: desde as crianças mais miudinhas até os avós mais veteranos. Com aventura, graça e maturidade, o novo filme da Pixar chegou com velocidade e motores roncando para apaixonar todo mundo.  Vai continuar sentado aí depois dessa lista?