Tamanho do texto

Extrovertido, excêntrico e engenhoso, Jack Sparrow conquistou o público, mas suas atitudes nem sempre foram as melhores e não escapam de críticas

Desde que “Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra” saiu, em 2003, Jack Sparrow se tornou um ícone da cultura pop: apesar da desconfiança da Disney na época quanto à liberdade que Johnny Depp tinha sobre o personagem, o Capitão, por si só, ficou maior do que os próprios filmes da franquia e virou a atração principal da saga após conquistar milhares de pessoas com seu jeito único e diferente. Não é difícil se afeiçoar pelo personagem, mas, ao mesmo tempo, nem todas as suas atitudes são assim tão louváveis.

Leia também: Com Leandra Leal, "O Rastro" tenta fomentar o cinema de terror no Brasil

Jack Sparrow é a grande atração de ''Piratas do Caribe'' e se tornou uma lenda, mas, mesmo assim, não escapa de críticas
Divulgação
Jack Sparrow é a grande atração de ''Piratas do Caribe'' e se tornou uma lenda, mas, mesmo assim, não escapa de críticas


A personalidade de Jack Sparrow é bastante peculiar – engenhoso, sempre com uma “carta na manga” e, além disso, o personagem tem um tom cômico tão natural que é impossível não se envolver pelo seu jeito. Seu visual é exagerado, mas isso é uma de suas características marcantes: mesmo entre os piratas, tão extravagantes e caricatos, Jack se destaca por ser tão único. A sua forma de falar dotada de uma lógica própria e quase lunática – mas que, no final, faz muito sentido – é mais um dos pontos altos do personagem que, em determinada altura, afirma que negociar é sempre o melhor modo de solucionar um problema.

Entre acordos mirabolantes e um toque especial de sagacidade, o capitão sempre sai por cima mesmo nas situações mais perigosas – e, ainda que ele declaradamente evite conflitos, sua habilidade com espadas é notável. No teste abaixo você pode descobrir o quão próximos você e o Capitão Jack Sparrow seriam na franquia de “Piratas do Caribe”;

Leia também: Novo "Rei Arthur" reconta história clássica à la Guy Ritchie


Por outro lado...

Apesar de ser um dos piratas mais astutos dos sete mares, Jack Sparrow não escapa de críticas. O Capitão sempre age pensando somente em si mesmo e não pensa duas vezes em passar ninguém para trás se isso significar que ele se dê bem no final da história. Ele constantemente engana as pessoas para poder se safar do pior e sair ileso – algumas pessoas chegam a classificar seu comportamento como algo compulsivo, uma vez que ele raramente mostra comiseração pelos outros personagens. E, falando em suas atitudes com os demais, Jack é especialmente problemático com as mulheres que o rodeiam: além de machista, ele é obcecado por Elizabeth Swann e, em “Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas”, Angelica é iludida por ele o tempo inteiro.

Leia também: "Alien": 16 curiosidades sobre a franquia que revolucionou o cinema

Apesar de Jack Sparrow ser o “prato principal” de toda a saga de “ Piratas do Caribe ”, sua conduta está longe de ser das mais louváveis – apesar de que é impossível negar que ele possui uma genialidade às avessas cativante e que o transformou em um cânone da cultura pop quando o assunto são aventuras de piratas .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.