Tamanho do texto

Carismáticas, mandonas, engraçadas... As melhores mães da cultura pop

Mãe é mãe! E na cultura pop não poderia ser diferente. Na ficção, a maternidade está recheada de mães de todos os tipos: carinhosas, cuidadosas, bravas, mandonas, sinceras... Mas todas elas estão dispostas a defender seus filhos com unhas e dentes quando alguém se mete com eles! Além disso, essas mães da ficção nos ensinaram importantes lições e parecem ter sido inspirada na mãe que cada um de nós tem em casa.

Leia também: Artesão da ficção científica, Ridley Scott injeta anseios da 3ª idade no gênero

E, para comemorar esse Dia das Mães , o iG elaborou uma lista com as dez melhores mães da ficção, com base no que elas nos ensinaram e em como se parecem com nossas mães da vida real. Veja a lista das mães mais amadas da cultura pop :

Rochelle Rock ("Todo Mundo Odeia o Chris")

Rochelle Rock, de
Reprodução
Rochelle Rock, de "Todo Mundo Odeia o Chris", é uma das mães mais bravas (e amorosas também) da cultura pop

Rochelle é, certamente, a mãe mais poderosa da cultura pop! Ela pode curar tudo o que seus filhos tiverem com apenas um xarope, perdoa tudo (exceto a venda de drogas) e não precisa de nada disso, afinal, seu marido tem DOIS empregos.

Estressada, direta e autêntica, a sra. Rock faz tudo o que pode para equilibrar o escasso orçamento da família e dar as melhores condições para seus filhos. Ela também é muito esforçada, e ao longo da série passou por diversos empregos para garantir uma renda extra, mesmo que não tenha ficado em nenhum deles.

Dona Florinda ("Chaves")

Dona Florinda é uma mãe solo que mima seu filho e, apesar de levar uma vida modesta, jamais perde a classe
Reprodução
Dona Florinda é uma mãe solo que mima seu filho e, apesar de levar uma vida modesta, jamais perde a classe

Dona Florinda é o exemplo de sofisticação na classe C. Mesmo com poucos recursos e atuando como mãe solo na criação de seu "Tesouro", ela nunca perde a pose, nem quando briga com a gentalha da vila. Infelizmente, toda a sua super-proteção e a ausência de uma figura partena acabou por transformar Kiko em um menino mimado.

Apesar dos dissabores de uma vida de viúva e mãe solo de um menino levado, Dona Florinda nunca descuidou da aparência e da vida amorosa. Ela mantém um romance com o Professor Girafales e sempre tem café para lhe oferecer, além de estar frequentemente com bobs nos cabelos, para que fiquem modelados e graciosos.

Cersei Lannister ("Game of Thrones")

Cersei tem uma sede incalculável por poder, mas mostra que o amor de uma mãe não tem fronteiras - mesmo quando seu filho tem intenções maléficas
Divulgação
Cersei tem uma sede incalculável por poder, mas mostra que o amor de uma mãe não tem fronteiras - mesmo quando seu filho tem intenções maléficas

Ganaciosa, Cersei é o tipo de mãe que impulsiona seus filhos para torná-los o alicerce de sua ascensão. Apesar de sua sede por poder, quem acompanha a série ou leu os livros sabe que seu lado maternal vai aparecendo cada vez mais conforme as coisas acontecem em Westeros.

Um ponto forte de sua personalidade que merece destaque é a absoluta confiança em seus filhos. Ela é capaz de demonstrar seu amor por eles até mesmo quando seus filhos provam que são piores do que se poderia imaginar - e ninguém duvida disso.

Leia também: Netflix afina estratégia e tenta catequizar público jovem com trinca de séries

Marge Simpson ("Os Simpsons")

Marge Simpson é a mãe mais perseverante da ficção, que nunca desiste do filho e do marido, e se empenha na criação de uma feminista
Divulgação
Marge Simpson é a mãe mais perseverante da ficção, que nunca desiste do filho e do marido, e se empenha na criação de uma feminista

Marge Simpson é uma mãe e mulher perseverante e paciente como poucas. Seja na educação de Liza como uma garota feminista ou salvando Bart de alguma enrascada que ele cometeu, a esposa de Homer está sempre envolvida em atividades familiares que buscam promover o bem estar geral dos moradores da casa. Ela também não descuida da pequena Mag, sua caçula.

Marge também nos mostra que o amor não vê defeitos. Por mais que Homer já estúpido e errôneo, ela está sempre ao lado dele, tentando mostrar-lhe uma outra visão dos acontecimentos que os cercam.

Juno ("Juno")

Juno é a mãe adolescente mais sensata já apresentada na ficção, que sabe que não conseguirá criar o filho e escolhe um casal para adotar a criança
Divulgação
Juno é a mãe adolescente mais sensata já apresentada na ficção, que sabe que não conseguirá criar o filho e escolhe um casal para adotar a criança

Gravidez na adolescência é sempre um tema complicado, mas que precisa ser debatido. Juno, que tem apenas 16 anos, enfrenta esse desafio ao engravidar de seu colega de sala, Bleeker. Muito consciente, a jovem sabe que eles não tem qualquer maturidade para educar o filho que ela espera.

Por isso, ela começa uma busca incansável por um casal que queira adotar a criança, e que possa lhe fornecer todo o auxílio médico durante a gestação. Por debater importantes questões como aborto e gravidez na adolescência, "Juno" ganhou o Oscar de melhor roteiro original. 

Molly Weasley ("Harry Potter")

Por trás da figura de dona de casa, Molly Weasley é capaz de qualquer coisa para proteger seus filhos
Divulgação
Por trás da figura de dona de casa, Molly Weasley é capaz de qualquer coisa para proteger seus filhos

Molly Weasley é mais uma das mães que está sempre tentando fazer com que o escasso orçamento da família alimente todos os seus filhos. Mas não só isso. Ela também é a mãe mais carinhosa e representativa de toda a franquia do bruxinho.

Harry, que é órfão, encontrou em Molly a figura materna que nunca teve desde o primeiro momento, quando Hagrid lhes apresentou, em sua primeira ida a Hogwarts. Depois desse primeiro encontro, o jovem passou a ser considerado pela sra. Weasley como mais um de seus filhos. Prova disto foram os inúmeros suéteres que tricotou para eles nos natais da família. Mas não se engane pela aparência de mulher pacata. Quando a segurança de sua família está em jogo, ela é capaz de tudo!

Lorelai Gilmore ("Gilmore Girls")

Lorelai Gilmore é uma das protagonistas da série
Reprodução/Facebook
Lorelai Gilmore é uma das protagonistas da série "Gilmore Girls", e é a orgulhosa e independente mãe de uma adolescente com seu nome (se homens podem, porque ela não poderia?)

Mãe, filha, gerente, fã, amiga... Lorelai Gilmore é uma das Gilmore Girls com a vida mais agitada. Ela organiza eventos, cuida da filha, frequenta shows de rock e faz tudo aquilo que quer e te dá vontade - sem descuidar a educação de sua preciosa filha.  Ela também é o tipo de mulher independente, que resolve tudo.

Sua principal característica é a sinceridade. Seja com as amigas, com a filha ou com qualquer outra pessoa, ela nunca deixa de dizer o que pensa, doa a quem doer. Tudo isso, é claro, abusando de seu tom sarcástico e usando referências para tudo.

Nic e Jules ("Minhas Mães e Meu Pai")

Nic e Jules se esforçam para criar os filhos sem que eles sintam falta de uma figura masculina ou sofram preconceitos por serem filhos de um casal lésbico
Divulgação
Nic e Jules se esforçam para criar os filhos sem que eles sintam falta de uma figura masculina ou sofram preconceitos por serem filhos de um casal lésbico

Nic e Jules formam um casal lésbico, onde cada uma deu à luz a uma criança, usando o mesmo doador de esperma. Ambas trabalham fora e se esforçam para dar uma vida tranquila para seus filhos, Laser e Joni, sem que eles sintam falta de uma figura masculina em sua criação. Sem o consentimento delas, os adolescentes vão atrás de Paul, seu pai biológico.

Apesar de não aprovarem a atitude, elas nos dão uma lição de amor ao provar que, apesar de os filhos errarem e desapontarem as mães, elas sempre estão dispostas a perdoar e receber a prole de braços (e coração) abertos.

Dona Hermínia ("Minha Mãe é uma Peça")

Dona Hermínia é como a mãe de todos nós: só ela pode brigar com a gente, do contrário, compra a nossa briga
Divulgação
Dona Hermínia é como a mãe de todos nós: só ela pode brigar com a gente, do contrário, compra a nossa briga

Dona Hermínia é um pouco da mãe que todo mundo tem em casa. Irônica, irreverente e cheia de jargões "de mãe", ela controla (ou, pelo menos, tenta) a vida dos filhos com punhos de ferro e os coloca de castigo quando fazem alguma coisa que a matriarca desaprova. Apesar disso, ela defende sua prole com unhas e dentes quando é necessário.

Mas também sabe ser manhosa como só ela quando os filhos se perdem em meio a tantos compromissos e não sobra tempo para ver a mamãe. Além disso, Dona Hermínia trata os filhos como seus eternos bebês, não importa que eles já tenham passado dos 30 anos. 

Sarah Connor ("O Exterminador do Futuro")

Na saga
Divulgação
Na saga "Extermiandor do Futuro", Sarah Connor evolui de mulher frágil que jamais pegaria em armas a salvadora da humanidade. Tudo isso porque mexeram com o filho dela

Sarah Connor é o modelo de mãe poderosa e feminista, totalmente independente e que se vira muito bem sem ajuda de homens. Ela é mãe de John Connor, líder da resistência contra as máquinas, e começou sua jornada quando ainda trabalhava como garçonete para sustentar o filho.

Leia também: Visual impressionante e trama misteriosa jogam a favor de "Blade Runner 2049"

No primeiro filme da franquia, ela era uma mulher fraca e indefesa, que jamais pensaria em pegar em armas. Contudo, no segundo filme da saga, ela se torna a mulher e mãe mais forte que qualquer um já conheceu, e acaba não apenas salvando a vida de seu filho, mas também, o futuro de toda a humanidade! A cultura pop precisa de mais exemplos de feminismo como esse!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.