Tamanho do texto

A nova aposta do Theatro Municipal e da Secretaria Municipal da Cultura é estabelecer um diálogo entre o público e as redes sociais no espetáculo

As apresentações no Theatro Municipal de São Paulo ganharam uma nova cara com o projeto #BisNoMunicipal . Em todo o mundo, os espetáculos eruditos se consagram como um ritual em que a presença do espectador deve ser completa e, portanto, distrações como a fotografia e a filmagem, acabam sendo proibidas.

Leia também: "Não é privatização", diz André Sturm sobre gestão de bibliotecas em São Paulo

Com o projeto #BisNoMunicipal, o público pode tirar fotos das apresentações de música clássica no Theatro Municipal
Divulgação
Com o projeto #BisNoMunicipal, o público pode tirar fotos das apresentações de música clássica no Theatro Municipal

Entretanto, buscando adequar os espectáculos ao comportamento dos dias hoje, a Secretaria Municipal da Cultura apresentou aos fãs de música clássica uma nova maneira de se relacionar com esse rito que o gênero propõe. No Theatro Municipal de São Paulo, os espetáculos da Orquestra Sinfônica Municipal e do Balé da Cidade agora farão uma repetição da apresentação após o espetáculo para que a plateia possa registrar o momento.

Leia também: Il Volo quer trazer para o Brasil uma típica noite de música italiana em 2017

Maestro Roberto Minczuk e orquestra em apresentação do projeto #BisNoMunicipal
Divulgação
Maestro Roberto Minczuk e orquestra em apresentação do projeto #BisNoMunicipal

O projeto #BisNoMunicipal começou no último domingo (5), durante a homangem de 130 anos de nascimento do compositor Heitor Villa-Lobos comandada pelo maestro Roberto Minczuk, com a Bachianas Brasileiras.

O evento gerou alguns posts no Instagram com a hashtag do projeto na legenda. “Estamos dialogando com o comportamento contemporâneo. O público hoje gosta de filmar espetáculos e compartilhar com os amigos em redes sociais. Isso é parte da experiência cultural e com essa ação, conseguimos aproximar o público ainda mais da programação do Theatro Municipal”, explicou André Sturm, Secretário da Cultura de São Paulo.

Leia também: Virada Cultural acontecerá em 20 e 21 de maio em São Paulo

Programação do Theatro Municipal

A programação do Theatro Municipal também inclui programas como o “Meu Primeiro Municipal”, que tem programas voltados para o público infato-juvenil com a apresentação da Orquestra Experimental de Repertório, dos cantores do Opera Studio e da Escola de Dança de São Paulo, que busca aproximar a música clássica dos jovens. Além disso, há também o “Concertos Informais”, em que o maestro quebra o protocolo e interage com a plateia comentando mais detalhes sobre as obras apresentadas no dia da apresentação da Orquestra Sinfônica Municipal. A programação para o primeiro semestre de 2017 já está disponível no site oficial do Theatro. 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.