Tamanho do texto

Durante entrevista, o ator Andrew Lincoln afirmou que seu personagem voltará muito mais ativo na próxima metade da sétima temporada da série

A primeira parte da sétima temporada de “The Walking Dead” já acabou, trazendo muita ação, suspense e mortes a serem superadas. Por conta disso, um clima sombrio acabou invadindo o seriado no último mês, mas os fãs podem ficar despreocupados que os tempos de escuridão estão com os seus dias contados. Segundo o ator Andrew Lincoln, que interpreta o policial Rick na série, em fevereiro, quando estreia a segunda parte desta temporada, as coisas vão mudar.

Segundo o Andrew Lincoln, o Rick Grimmes de The Walking Dead,
Reprodução
Segundo o Andrew Lincoln, o Rick Grimmes de The Walking Dead, "a banda está de volta"


Leia mais:  Sétima temporada de "The Walking Dead" terá perigos inimagináveis, diz produtor

Em entrevista concedida ao Entertainment Weekly , o ator de “ The Walking Dead ” afirmou que o que vem por aí é “provavelmente o oposto do que você acabou de testemunhar. Certamente do ponto de vista de Rick. Você verá um homem em ação novamente com alguns dos membros da sua família mais próxima”. Além disso, Lincoln ainda revelou o que esperar do seu personagem nos próximos episódios: “Há muito mais leveza, se você consegue acreditar nisso, do que você jamais viu antes no Mr. Grimes. Há uma espécie de liberdade nele, um sentimento que vem de perder tudo e também há a emoção da luta. Ele está de volta. Tudo o que eu estou dizendo é que a banda está de volta”, completou o ator.

Leia mais:  Dependente de Negan, "The Walking Dead" vive momento decisivo em seu 7º ano

Durante a entrevista, Lincoln também falou sobre como foi filmar a segunda metade da sétima temporada do seriado. Segundo ele, foi um sentimento explosivo, ainda mais por não ter que se acovardar com Negan semanalmente. “Há vários episódios que eu adorava estar envolvido e isso certamente me faz sentir muito mais como um show que eu sabia e reconhecia no passado. Eu amei os episódios em que eu estava”, revelou o ator. Ele acredita que os fãs estarão felizes com o que está por vir, “espere até o episódio 16. Eu prometo para você, há uma batida no episódio 16, eu deixei meu script cair e comecei a socar o ar e acabei fazendo uma pequena dança”, comentou.

Leia mais:  "Vai ser f...", diz Andrew Lincoln sobre duelo com Negan em "The Walking Dead"

O futuro do seriado

A sétima temporada de “The Walking Dead” foi dividida em duas partes, sendo a primeira exibida no ano passado. O primeiro episódio já foi uma grande surpresa para os fãs por revelar que a arma letal de Negan (Jeffrey Dean Morgan), Lucille, havia matado um dos personagens mais queridos do seriado, Glenn (Steven Yeun). Entretanto, os conflitos não pararam por aí e fez Alexandria sentir-se aterrorizada.

Já a segunda parte de “The Walking Dead” está prevista para estrear dia 12 de fevereiro na FOX às 00h30 e no AMC Internacional às 00h. Segundo Robert Kirkman, o autor dos quadrinhos do drama zumbi, o seriado pode chegar a sua 12ª temporada, uma vez que os atuais episódios alcançaram fatos que foram descritos na edição #111 da obra do autor.

    Leia tudo sobre: The Walking Dead