Entenda o processo movido contra Luísa Sonza em R$ 175 mil
The Music Journal Brazil
Entenda o processo movido contra Luísa Sonza em R$ 175 mil

A cantora pop Luísa Sonza e sua equipe, a Mynd , terão 15 dias para dar explicações sobre um show não realizado na cidade de Santo Ângelo , pertencente ao Rio Grande do Sul e próxima de onde a artista de 23 anos nasceu.

De acordo com informações do colunista Leo Dias, o produtor Bruno Bender da Luz abriu um processo judicial contra Luísa Sonza e a produtora Mynd nesta segunda-feira (11). Sonza e a Mynd haviam celebrado um acordo para a realização do show da cantora e os valores deste trabalho.

O colunista revelou que consta no processo que a equipe de Luísa Sonza sumiu sem dar maiores esclarecimentos pelo motivo da não realização do concerto, agendado para o dia 19 de setembro . Além disso a produção da cantora pediu R$ 70 mil de cachê, depois R$ 120 mil, quando, segundo o jornalista, foi dado o “ok”.

Outra exigência que foi apresentada pela artista era um montante de 50% da bilheteria , pois a mesma queria realizar um grande concerto em Santo Ângelo (RS).

Caso o acordo não seja celebrado, o produtor Bruno Bender pede uma indenização no valor de R$ 150 mil referentes a danos materiais e mais R$ 25 mil por danos morais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários