BTS discute sobre crimes de ódio contra asiáticos com Joe Biden
Marcelo de Assis
BTS discute sobre crimes de ódio contra asiáticos com Joe Biden

Um dos grandes ícones do pop na atualidade, a boyband coreana BTS se reuniu no salão oval da Casa Branca com o presidente dos EUA, Joe Biden.

A reunião durou cerca de 35 minutos e ambas as personalidades discutiram sobre crimes de ódio anti-asiáticos e inclusão asiática e falaram também sobre a recente visita do presidente Biden à Coreia do Sul.

Biden iniciou o diálogo discutindo a discriminação e o recente aumento desse tipo de crime.

“O ódio apenas se esconde. Quando as pessoas boas falam sobre isso e dizem o quão ruim é, isso cai” , disse o mandatário norte-americano. “As pessoas se importam muito com o que você diz, e o que você está fazendo é bom para todas as pessoas”. Ele acrescentou: “Não é apenas o seu bom talento. É a mensagem que você está comunicando. É o que importa.”

Os integrante do BTS ficaram agradecidos com o posicionamento de Biden : “Queremos agradecer, sinceramente, por sua decisão, como assinar a Lei de Crimes de Ódio COVID-19 em lei”, disseram os jovens artistas asiáticos. “Então, queremos apenas ser uma pequena ajuda e realmente apreciamos a Casa Branca e (esforços) do governo tentando encontrar soluções”.

Ao final da reunião, Joe Biden presenteou os integrantes com moedas comemorativas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários