Internautas querem “CPI do sertanejo” após fala de Zé Neto
Marcelo de Assis
Internautas querem “CPI do sertanejo” após fala de Zé Neto

Depois que o cantor sertanejo Zé Neto , da dupla com Cristiano , criticar artistas que utilizam a Lei Rouanet , um movimento sem precedentes nas redes sociais pedem que seja realizada uma CPI do Sertanejo , para averiguar como os artistas do gênero recebem seus cachês para os shows que realizam Brasil afora.

De acordo com o portal Metrópoles , o show que Zé Neto e Cristiano fizeram em Sorriso (MT) foi pago pela prefeitura da cidade. Ou seja: dinheiro público.

Além disso, segundo a reportagem, o Portal de Transparência de Sorriso pode se verificar uma inexigibilidade de licitação, ou seja, não aconteceu nenhuma concorrência para a contratação do serviço. O documento também revela que a dupla sertaneja teria recebido R$ 400 mil , configurando o maior cachê entre todos os artistas que realizaram suas apresentações na Exposorriso , um evento que foi gratuito para a população da cidade.

No caso de Gusttavo Lima , existem dois shows que estão sendo investigados: o Ministério Público de Roraima investiga a contratação do sertanejo pela prefeitura de São Luiz pelo valor de R$ 800 mil.

O outro show, que acabou sendo cancelado, o Ministério Público de Minas Gerais está investigando uma contratação da prefeitura de Conceição do Mato Dentro (MG) para um show de Gusttavo Lima no valor de R$ 1,2 milhão.

Segundo o UOL, Lima já teria recebido a metade desse valor no ato da contratação, R$ 600 mil.

E por falar em UOL, o colunista Fefito chegou a publicar que Zé Neto estaria sendo hostilizado por outros nomes do sertanejo e empresários, temendo que sua fala contra a Lei Rouanet dê início à uma “caça às bruxas” .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários