Exclusivo: “Sinto que fiz parte de uma transformação”, diz Gloria Groove sobre sua trajetória
Daniel Nascimento
Exclusivo: “Sinto que fiz parte de uma transformação”, diz Gloria Groove sobre sua trajetória

A Bonequinha está repleta de sucessos! Na noite do último sábado (30), Gloria Groove levou sua Lady Leste Tour para o palco do Nosso Camarote na Sapucaí, ela foi a primeira drag queen a se apresentar no espaço que é um dos mais badalados do carnaval carioca.

Celebrando o sucesso de seu mais recente álbum Lady Leste que recebeu novos certificados de sucesso aqui no Brasil, a cantora falou com exclusividade para o TMJ sobre o tremendo sucesso que vem fazendo e o reconhecimento que vem recebendo.

“Isso faz parte dos nossos grandes sonhos enquanto artista sou uma pessoa que acompanha muito a carreira de outros artistas pop, que gosto. Quando vem um certificado é mais uma confirmação de que estamos no caminho certo”, iniciou Gloria Groove. “Esses trabalhos que receberam certificações, são todos trabalhos da era Lady Leste que estou trabalhando agora, existe toda uma camada de gratidão quando vejo tudo isso, só eu sei o quanto trabalhei de fato dentro do estúdio, dentro dos videoclipes para que essa era fosse o maior momento da minha carreira até agora, e mostrar para as pessoas mais de quem sou eu. Sou grata por tudo!” , disse.

Ao ser perguntada sobre como se sente em atualmente ser um dos principais nomes da cena pop no Brasil, ela afirmou que além da importância do teor artístico, a importância de ser um corpo LGBTQIA+ fazendo a diferença em um território nacional é fundamental para que vários outros jovens como ela e outros artistas possam ocupar o mesmo espaço de destaque.

“Sinto-me muito realizada e extremamente feliz com essa confirmação, nesse lugar que mirei a mais de seis anos atrás, quando eu estava tirando meu trabalho de dentro do quarto e levando para as boates, acreditando que um dia isso poderia ser a minha carreira. Hoje graças a Deus, sinto que fiz parte de uma transformação onde vários outros jovens como eu podem ter essa realização, podem chegar a esse lugar, e porque não vários outros artistas LGBTQI+ ocuparem esse espaço no Brasil onde sabemos que a questão para comunidade é tão difícil, tão violenta, todas essas camadas fazem do meu trabalho uma superação mais bonita e mais necessária, isso é o que mais amo, nunca estou fazendo nada à toa.” , concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários