Cardi B ganha liminar contra YouTube para vídeos difamatórias sejam deletados
The Music Journal Brazil
Cardi B ganha liminar contra YouTube para vídeos difamatórias sejam deletados

A rapper Cardi B ganhou um processo por difamação contra a youtuber Tasha K em janeiro e recebeu cerca de US$ 4 milhões (cerca de R$ 18,8 milhões ) em danos morais e honorários legais. As informações são do TMZ.

Latasha Kebe , o nome verdadeiro por trás de Tasha K , também foi obrigada a excluir todas as postagens e vídeos sobre Cardi B , que apresentam declarações difamatórias, incluindo alegações falsas de que a rapper já trabalhou como prostituta e teve uma doença sexualmente transmissível.

Apesar do resultado judicial, Tasha K , até o momento desta publicação, não havia removido o conteúdo ofensivo, pois ainda está esperando o veredicto final.

Contudo, um juiz federal de Atlanta (EUA), assinou uma liminar na segunda-feira (4) que obriga Tasha K a excluir o conteúdo, apesar do recurso em andamento, conforme noticiou o portal TMZ.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários