Katy Perry é absolvida do processo de plágio envolvendo o single “Dark Horse”
The Music Journal Brazil
Katy Perry é absolvida do processo de plágio envolvendo o single “Dark Horse”

Katy Perry teve vitória sobre a batalha judicial que paira sobre os direitos autorais de Dark Horse . A ação movida pelo rapper Marcus Gray ocorria desde 2014, mas foi encerrada nessa quinta-feira (10) pelo Tribunal do Nono Circuito de Apelações dos EUA.

Está é a segunda vez que Perry é absolvida das acusações. O veredito oficial surge a música não infringe nenhuma lei de direitos autorais. Por uma votação de 3 a 0 , a estrela pop saiu vitoriosa no processo: “A parte de ‘Joyful Noise’ que se sobrepõe ao de ‘Dark Horse’ consiste em um arranjo convencional de blocos de construção musicais” , informou o tribunal, de acordo com a Billboard.

“Permitir direitos autorais sobre este material equivaleria essencialmente a permitir um monopólio impróprio sobre sequências de altura de duas notas ou até mesmo a própria escala menor” , destacou o texto final.

Gray acusou Perry de plágio em julho de 2014, alegando que ela havia retirado uma chave “ostinato” – uma curta série de notas repetidas ao longo de uma música – de sua Joyful Noise e a usou com destaque de Dark Horse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários