Megan Thee Stallion processa gravadora por não deixá-la cumprir contrato
Marcelo de Assis
Megan Thee Stallion processa gravadora por não deixá-la cumprir contrato

A cantora Megan Thee Stallion abriu um processo contra sua gravadora, a 1501 Certified Entertainment , alegando que a empresa está se recusando a permitir que ela cumpra seus compromissos de contrato.

A hitmaker de Hot Girl Summer está entrando com uma ação legal contra a casa discográfica, buscando uma decisção de que sua compilação Something For Thee Hotties , lançada em 2021, atende à definição legal de um “álbum”. As informações são da Pitchfork.

O disco, uma coleção de singles B-side conta com sua produção original, mas em seu processo, Megan afirma que os executivos da 1501 Certified Entertainment disseram que não atendia à definição de “álbum” sob seu contrato de gravação e, portanto, não satifez o “compromisso mínimo de gravação” da cláusula contratual.

A publicação reporta que Megan Thee Stallion alega que o único parâmetro que define um álbum sob os termos do contrato é sua duração, que foi estipulada com um mínimo de 45 minutos , ou seja, Something For Thee Hotties atende a este requisito.

Agora, a artista quer uma sentença declaratória não monetária de que o disco pode ser definido como um álbum, assim como suas custas judiciais.

Leia Também

“Este (filho da p****) conseguiu minhas realizações nessa biografia e não contribuiu para m**** nenhumaDESDE 2018 … NÃO É HORA DE ESTÚDIO, NÃO É VÍDEO MUSICAL, NÃO É UMA PALAVRA DE INCENTIVO, Nem mesmo a mer** de um vôo! Mas você está tentando me comer E ESCOLHER COMIGO ONLINE (sic)”, disparou Megan no Stories de seu Instagram oficial.

Esta não é a primeira vez que a cantora entra em um embate judicial contra a 1501: em março de 2020, a cantora se viu obrigada a abrir um processo contra a gravadora alegando que a empresa não deixava a artista lançar novas músicas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários