Pai de Britney Spears diz que “tribunal errou” em decisão de suspender tutela
The Music Journal Brazil
Pai de Britney Spears diz que “tribunal errou” em decisão de suspender tutela

Jamie Spears, pai de Britney Spears, emitiu uma nota oficial se posicionando sobre a decisão da justiça norte-americana em retirar dele a tutela que mantinha sobre a filha por 13 anos.

A juíza Brenda Penny suspendeu a tutela de Jamie sobre Britney e autorizou o contador John Zabel a administrar a vida e carreira da estrela pop.

“O Sr. Spears ama sua filha Britney incondicionalmente. Por 13 anos, tentou fazer o que era melhor para ela, como conservador e como pai. Isso começou com a concordância em servir como seu tutor, quando ela voluntariamente escolheu esta opção. Tais fatos tornam o resultado da audiência de ontem ainda mais decepcionante e, honestamente, uma perda para Britney. Respeitosamente, o tribunal errou ao suspender o sr. Spears e colocar um estranho em seu lugar para administrar a propriedade dela e estender a mesma tutela que Britney implorou ao tribunal que fosse encerrada”, diz a nota de Jamie Spears.

Preocupação com a saúde mental de Britney Spears

Leia Também

A continuação da nota de Jamie Spears também chama a atenção quanto à saúde mental de sua filha: “Isso incluiu ajudá-la a reviver sua carreira e restabelecer um relacionamento com seus filhos. Quem já tentou ajudar um membro da família a lidar com problemas de saúde mental, pode apreciar a enorme quantidade de preocupação diária e trabalho que isso exige. Para Spears, isso também significava morder a língua e não responder a todos os ataques falsos, especulativos e infundados a ele por parte de certos membros do público, da mídia ou, mais recentemente, do próprio advogado de Britney. Esses fatos tornam o resultado da audiência de ontem ainda mais decepcionante e, francamente, uma perda para Britney”, concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários