Tamanho do texto

Três mestres das artes visuais estão em cartaz na cidade com exposições tem-que-ver: o diretor Alfred Hitchcock e os fotógrafos Irving Penn e German Lorca. Programas culturais para quem fica em São Paulo no final de semana ou para quem pode dar uma fugidinha até lá.

  1. "Hitchcock - Bastidores do Suspense"
Hitchcock em cena no MIS
Reprodução
Hitchcock em cena no MIS

Ainda dá tempo ver a mostra do célebre mestre Alfred Hitchcock no MIS. Em uma superprodução, o programa mostra a vida e obra do diretor através de experiências interativas e os porquês de grandes sucessos como "Um Corpo que Cai" e "Psicose".

São cartazes para imprensa, fotos, croquis dos figurinos e storyboards, já que Hitch colocava a mão em absolutamente todo o processo de criação dos filmes, desde o início do roteiro até a arte dos pôsteres.

Dá para se sentir no set de filmagem, inclusive. Portanto, corra para não perder. 

MIS - Museu da Imagem e do Som
Até 21 de outubro
Av. Europa, 158 - SP


2. "German Lorca: Mosaico do Tempo, 70 Anos de Fotografia"

Reprodução
"Levitação na Piscina", de 2000

Um dos nomes mais incríveis da fotografia brasileira ganha esta mostra em comemoração aos 70 anos de carreira. Tão incrível que ele ainda continua na ativa e também fotografa com seu smartphone.

Da publicidade a fotos autorais, foi ele quem fez o registro mais relevante do crescimento e modernização de São Paulo entre 1947 e 2004, incrível.

São 150 imagens, objetos como as câmeras que usou, ensaios fotográficos e prêmios, claro, já que, no primeiro ano profissional, já fez sua primeira individual no MAM e estava no Salão de Lyon, na França.

Itaú Cultural
Até 4 de novembro
Av. Paulista, 149 - SP

3. Irving Penn: Centenário

Truman Capote em retrato de 1948
Irving Penn
Truman Capote em retrato de 1948

Em homenagem aos 100 anos do fotógrafo americano, o Instituto Moreira Salles, com colaboração do Metropolitan de NY e a Fundação Irving Penn, mostra ao público mais de 230 fotos e cerca de 20 periódicos. Entre as imagens de alta-costura, estão nus femininos, publicidade, naturezas-mortas e retratos de celebridades, como os de Picasso e Truman Capote, feitas no decorrer de seus 70 anos de carreira.

Tem mais: a série 'Cigarros', de 1972, com fotos de bitucas que ele pegava nas ruas e fotografava em estúdio, em uma espécie de manifesto contra a sujeira das cidades.

Instituto Moreira Salles
Até 18 de novembro
Av. Paulista, 2424



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.