Danilo Gentili e Monark, ex-Flow
Reprodução/Instagram
Danilo Gentili e Monark, ex-Flow


Danilo Gentili  foi um dos que se sensibilizaram com o relato de Bruno Aiub, mais conhecido como Monark, desligado do "Flow Podcast" na semana passada após defender a criação de um partido nazista no Brasil.

Ao compartilhar o vídeo em que o podcaster reconheceu que seus "comentários foram infelizes" e ressaltou que "pessoas poderosas" querem destruí-lo, já que foi impedido de ter um novo canal monetizado, fez alguns questionamentos.


Leia Também

"Falaram que você estava errado. Você concordou. Falaram pra você pedir desculpas. Você pediu. O que mais você deve fazer? Se matar?", manifestou-se o comediante e apresentador do talk show "The Noite", do SBT, por meio do Twitter.      

Como já era de se esperar, a publicação acabou dividindo opiniões. Enquanto uns engrossaram o coro da empatia e escreveram que "isso é um absurdo" e "a política do cancelamento é fod*", outros não aliviaram nas críticas. "Ele não ser preso por apologia ao nazismo já é algo surreal" e "a plataforma está certa na sua postura" foram frases deixadas na postagem.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários