Antonia Fontenelle e Luciana Gimenez
Reprodução/Instagram
Antonia Fontenelle e Luciana Gimenez


Uma batalha judicial decorrente da entrevista do senador Jorge Kajuru, veiculada por Antonia Fontenelle em seu canal no YouTube, culminou na condenação do entrevistado ao pagamento de indenização no valor de R$ 100 mil, a favor de Luciana Gimenez.

Na entrevista,  Kajuru imputou à Luciana a condição de "garota de programa, desqualificada e que pensa menos que uma mesa", dando a entender que só teve ascensão por conta de seu relacionamento com Mick Jagger.

Luciana Gimenez, por sua vez, também processou Fontenelle, alegando que era responsável pela fala de seu entrevistado, sendo deferida pelo juiz uma liminar para aplicação de multa de R$ 20 mil à entrevistadora, além da proibição de falar o nome de Luciana.




Você viu?





A polêmica aumentou quando Kajuru arrolou como testemunhas Mick Jagger, líder da banda Rolling Stones, e sua ex-mulher Jerry Hall, que teriam se divorciado em razão da gravidez de Luciana. Já Fontenelle pretendia levar ao tribunal, como testemunha, o ex-cabeleireiro de Luciana, que prometeu revelar os bastidores da vida pessoal dela.

No entanto, as testemunhas foram dispensadas, e o processo foi julgado improcedente em relação à Fontenelle, considerando o juiz que ela não poderia ser condenada, uma vez que havia feito uso da liberdade de imprensa.

Nessa batalha judicial, Fontenelle acionou para sua defesa a Dra. Ana Paula Schoriza, conhecida por representar outros artistas e pessoas públicas. Assim, conseguiram reverter a situação, culminando numa sentença em que o juiz Valentino Aparecido de Andrade, da 3ª Vara Cível do Fórum de Pinheiros, em São Paulo, julgou improcedente a ação.

Diante disso, Luciana foi condenada a pagar todas as despesas processuais e honorários sucumbenciais à advogada de Fontenelle, tendo cessada a proibição de falar o nome dela. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários