Aguinaldo SIlva
Reprodução
Aguinaldo SIlva

Aguinaldo Silva segue atento às notícias no Brasil e, principalmente, à alta de casos e internações registrados devido à pandemia de Covid-19. Um exemplo disso é que, desde o começo do mês, ele tem usado as redes sociais para fazer questionamentos sobre as unidades de saúde montadas e a destinação dada a insumos e equipamentos usados nas estruturas fechadas. 

No último dia 9, por exemplo, o ex-novelista da Globo escreveu: "Os hospitais estavam todos equipados e aparelhados quando foram desativados. Então, já que tudo isso deve ter sido guardado — é o que esperamos —, não seria fácil ativá-los de novo? No caso do Pacaembu, basta adiar as obras no estádio e remontar tudo". 

Cinco dias depois, fez mais uma publicação: "Insisto no assunto. Ano passado foram instaladas várias unidades, todas equipadas para ajudar no combate à doença. Mas logo foram desativadas. Os equipamentos nelas usados devem ter sido guardados". Em seguida, lançou a pergunta: "Agora que a pandemia se agravou, por que não os instala de novo?".

Na terça (16), o dramaturgo deu outra reforçada: "Botando o dedo na ferida de novo: cadê os hospitais de campanha que, no começo da quarentena, proliferaram no país inteiro e acabaram desativados? Se a situação é tão grave e tão desastrosa, por que ainda não foram reabertos?". As indagações já somam milhares de curtidas, comentários e retuítes em sua conta no microblog. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários