Zélia Duncan questiona apoio de padres a arcebispo acusado de assédio
Repodução/Instagram
Zélia Duncan questiona apoio de padres a arcebispo acusado de assédio

Figura ativa nas redes sociais, a cantora e compositora Zélia Duncan também repercutiu a participação de  Fábio de Melo e Marcelo Rossi no programa "Fantástico" do último domingo (4) e a demonstração de solidariedade que os sacerdotes deram ao Dom Alberto Taveira Corrêa, arcebispo de Belém do Pará, denunciado por quatro ex-seminaristas de usar seu poder para investidas sexuais não consentidas em encontros privados.

Para demonstrar seu posicionamento sobre o assunto, a artista, primeiro, compartilhou o tuíte do escritor Ale Santos, que diz: "Eles deveriam ter ficado quietos, esperando a divulgação das provas da acusação, porque, se os escândalos forem comprovados, estarão entre os inúmeros padres que acobertam amigos abusadores". A partir daí, aproveitou para acrescentar: "Concordo muito! Ou deviam falar a favor do esclarecimento corajoso que a igreja precisa fazer nesses casos".

Outra opinião reiterada por Duncan foi esta: "De João de Deus a padres e pastores, quando são abusadores, sempre usam a relação de poder e a suposta superioridade 'espiritual'. São todos iguais". Sobre isso, alguém mencionou que "precisaria de mais provas" e se colocou contra a exposição na mídia, "principalmente no dominical da Globo, já que não ajuda ninguém". Porém, Zélia discordou de tal pessoa. Por fim, concluiu: "Há décadas esses fatos são tratados com hipocrisia disfarçada de cuidado. Abusadores estão em toda parte e precisam ser punidos".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários