caricatura
Divulgação
O cartoon da discórdia e Dilean Paiva

"Estando bom para ambas as partes, está bom para Celso Russomanno." O bordão imortalizado pelo, então, repórter especializado em defesa do consumidor, que fez fama na televisão, no extinto "Aqui Agora", do SBT, por enquanto, não pode ser aplicado ao imbróglio envolvendo Thayse Teixeira, influenciadora queridinha da web e ex-participante do reality show "A Fazenda", da RecordTV, e o caricaturista Dilean Paiva.

Para quem não está por dentro do caso, no dia 4 de maio, o rapaz falou com exclusividade à Coluna Marcelo Bandeira e explicou que fez um cartoon para ser usado em todo o material gráfico do Food Truck da Dona, que é especializado em pizza e fica em Fortaleza, no Ceará, e, como pagamento, a "Dona do Cariri" faria a propaganda em seu Instagram, mas isso não aconteceu. "Quanto tempo faz que o programa terminou? Mandei o desenho no dia 22 de agosto do ano passado, e não deram mais sinal de vida. São esses acontecimentos que nos deixam com vontade de desistir dos nossos sonhos. Essas pessoas não nos valorizam", disse ele, na ocasião.

Com "textão" e série de vídeos no Instagram Stories, Thayse mostrou todo o seu descontentamento com a exposição e o vazamento da história à imprensa. "Me chama no DirectMessage que faço questão de pagar. Sabe por quê? Você é um artista! Esse talento, esse dom foi Deus que te deu. Uma arroba é muito pouco. Não faça isso, não, por favor! Existe uma diferença entre preço e valor e o seu, pode ter certeza, vale muito".

Passados dois meses, um novo desdobramento: Dilean relatou que não conseguiu chegar a um acordo amigável e que não teve outra alternativa, a não ser recorrer à justiça. "Ela falou que ia responder, me fez ir atrás novamente, mas me deixou sem resposta. Alguém de sua equipe pediu o telefone da minha advogada e eu passei. Foi informado um valor estimado pelo tempo e o desrespeito com tudo o que aconteceu, ficaram de resolver e não entraram mais em contato", desabafou, acrescentando que "o que eles querem mesmo é deixar cair no esquecimento".

Procurada, Thayse Teixeira não respondeu até o fechamento desta edição.

    Veja Também

      Mostrar mais