Boninho não vive seus melhores dias na Globo e tem emprego ameaçado
Divulgação/Globo
Boninho não vive seus melhores dias na Globo e tem emprego ameaçado


Os dias de glória de J.B. de Oliveira, o Boninho, na Globo estão ameaçados. Se antes tinha total autonomia para tomar decisões na linha de entretenimento e realities, agora o cenário está bem diferente. Ele está no olho do furacão por conta do fracasso de diversos projetos que levaram sua assinatura. Agora o ex-todo-poderoso depende do sucesso do programa de Ivete Sangalo para acalmar os ânimos da alta cúpula da emissora e não ser demitido.


Desde fevereiro a coluna tem recebido informações sobre o descontentamento dos executivos da Globo com o trabalho de Boninho. Foi feito um levantamento sobre os projetos lançados nos últimos cinco anos e a quantidade de programas mal-sucedidos encabeçados pelo diretor acendeu o alerta vermelho na casa. Até o Big Brother Brasil passou a ser visto como um problema.

E todos estes fracassos são vistos como prejuízos para a Globo. Por mais que cotas de patrocínios milionários tenham sido vendidas para estes programas, a repercussão negativa e as baixas audiências trouxeram diversas dores de cabeça à emissora.

No pacote de programas desenvolvidos por Boninho e que fracassaram em audiência estão: Popstar (2017-2019), Mestre do Sabor (2019-2021), Simples Assim (2020), Casa Kalimann (2021), Zig Zag Arena (2021) e No Limite. Tá Brincando (2019), Tamanho Familia (2019-2020) e SóTocaTop (2019-2020), que estiveram sob seus cuidados, floparam. O BBB22 também entra no pacote.

Até mesmo os três formatos do The Voice que estão na grade da emissora já não são vistos com a mesma empolgação de antes pelos executivos da Globo. Atualmente, os únicos programas sob o guarda-chuva de Boninho que são bem avaliados são o Caldeirão com Mion e o Domingão com Huck (neste programa, sua participação criativa é praticamente nula).

Outra prova de que o posto de Boninho está ameaçado é a promoção de Raoni Carneiro ao time da diretoria de gênero dos Estúdios Globo. A emissora simplesmente criou um novo cargo, o de diretor de gênero de Variedades dos canais pagos que pertencem à Globo. Ou seja, ele é hoje o "Boninho" do Multishow, do GNT, do Viva, e de mais outros 12 canais. E ao contrário do Boninho da TV aberta, seus trabalhos têm sido muito bem avaliados.

Mais um aviso de que a Globo está descontente com Boninho é a contratação de Miguel Vala Leitão, coordenador e editor-chefe do Big Brother em Portugal. Ainda não foi revelado o cargo que ele ocupará na emissora da família Marinho, mas sabe-se que a especialidade do novo funcionário é reality show. Lá na TVI, seu trabalho é muito elogiado, principalmente por ter conseguido transformar o Big Brother local em um fenômeno de audiência e de repercussão internacional, agradando até mesmo o público brasileiro.

Assim como noticiou o jornalista Alessandro Lobianco, a demissão de Ana Furtado também mostra o enfraquecimento de Boninho na Globo. E podemos colocar neste pacote Andre Marques, um de seus melhores amigos e bastante protegido pelo diretor nos últimos anos. 

No primeiro comunicado da emissora sobre as mudanças no time do É De Casa, foi dito que ambos seriam direcionados a novos projetos, previstos para o segundo semestre. Boninho tentou encontrar diversos caminhos para salvá-los da demissão, principalmente sua mulher, mas todas as ideias sugeridas foram reprovadas.

O que a Globo não disse com todas as letras para Boninho é que o Pipoca da Ivete é sua última chance. Mas de fato é. E ele sabe disso. Tanto que em junho ele foi jantar na casa do dono de uma emissora concorrente da Globo e teve um papo muito animador sobre trabalho. Essa história eu vou contar melhor em outro texto.

Procurei a Globo para comentar sobre a situação do chefão dos realities e a resposta foi a seguinte: "Boninho segue contratado da Globo. E não divulgamos detalhes de contrato, tampouco comentamos especulações". Também procurei Boninho, há mais de uma semana, pelas redes sociais e até o momento não tive nenhum retorno. Fortes emoções estão por vir. Vamos acompanhar.

Atualização

Diante da repercussão desta notícia, a Globo enviou um novo posicionamento nesta segunda-feira (18), seis dias após o primeiro contato feito pela coluna para a checagem do conteúdo aqui publicado. Na mensagem, diz que a informação sobre a má situação de Boninho na emissora não procede. Leia a íntegra:

"A matéria definitivamente não corresponde à realidade. Boninho é um talento da Globo, responsável por grandes sucessos de crítica e de audiência. Implementou o núcleo de realities na TV Globo, hoje um dos principais pilares de conteúdo da empresa, além de sucessos em produtos de variedades e musicais."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários