Alfredo Perez retirou sua máscara após o anúncio oficial da liberação do uso do item em lugares abertos em SP
Reprodução/Globo
Alfredo Perez retirou sua máscara após o anúncio oficial da liberação do uso do item em lugares abertos em SP


As prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro decidiram autorizar a população a circular em ambientes abertos sem o uso das máscaras de proteção contra a Covid-19 nesta semana. E por esta razão, os repórteres da Globo começaram a mostrar seus rostos após 670 dias escondidos sob máscaras.




A emissora havia imposto uma regra de uso do acessório em locais públicos e fechados, mesmo sem que houvesse aglomerações, desde 4 de maio de 2020.

Leia Também

Quem inaugurou o levante foi a repórter Anna Beatriz Lourenço, no Hora Um de segunda-feira (7). A jornalista conversou com o apresentador Roberto Kovalich sobre o assassinato de um jovem de 17 anos por um policial militar no Rio de Janeiro e entrou ao vivo sem o item de proteção por volta das 4h20, algumas horas antes do prefeito Eduardo Paes oficializar o anúncio da liberação do uso de máscaras na cidade, em locais abertos e fechados.

Desde a última sexta-feira (4) os repórteres de Brasília (DF) e de Belo Horizonte (MG) também começaram a aparecer desmascarados nos noticiários locais e nacionais por conta das decisões das prefeituras locais em suspender o uso do acessório.

E nesta quarta-feira (9) foi a vez da equipe de São Paulo começar a voltar a mostrar o rosto. Quem deu o pontapé inicial na retirada da máscara foi o repórter Alfredo Perez, que fez uma entrada ao vivo no SP1 diretamente da coletiva de imprensa promovida pelo governador João Doria, que anunciou a medida, válida para todo o Estado de São Paulo.

Ele iniciou sua reportagem com a máscara e a retirou ao vivo, enquanto trazia informações que acabaram de ser anunciadas de dentro do Palácio dos Bandeirantes.

Em outubro do ano passado, a Globo havia autorizado sua equipe de reportagem a voltar a aparecer no vídeo sem o uso de máscaras, seguindo uma série de protocolos. Mas por conta do novo agravamento da pandemia, provocado pela variante Ômicron, todos tiveram que retomar o uso do acessório.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários