Pedro Andrade no programa Entre Mundos, da CNN Brasil
Divulgação/CNN Brasil
Pedro Andrade no programa Entre Mundos, da CNN Brasil


Pedro Andrade conseguiu fazer a CNN Brasil impor uma vitória grandiosa contra a GloboNews no último domingo (19) com o programa Entre Mundos: conseguiu ser líder entre os canais de notícias da TV paga e teve uma audiência maior que a segunda colocada.


De acordo com dados do Ibope, obtidos pela coluna, o especial que abordou a visibilidade das pessoas transexuais registrou 0,3 pontos, com picos de 0,5. Entre o público de 35 a 49 anos, a audiência da CNN Brasil foi oito vezes maior que a da GloboNews.

Leia Também

O Entre Mundos - Revolução Trans abordou a difícil conquista de visibilidade pelas pessoas transexuais. O apresentador Pedro Andrade falou da trajetória de homens e mulheres trans na busca por direitos civis e um lugar na sociedade. "Mais de 2 milhões de americanos se reconhecem como transgênero, ou seja, pessoas que não se identificam com o gênero com o qual elas nasceram", disse o apresentador.

O episódio salienta que a caminhada para uma revolução de costumes é cheia de obstáculos e violência. "Atualmente nós temos visto mais representatividade dessa comunidade na política, no cinema, na literatura, na mídia, e assim por diante, mas, por incrível que pareça, 75% do país alega que nunca interagiu com uma pessoa trans", afirma Pedro.

Em um baile Vogue, Pedro Andrade conversou com os participantes da comunidade transexual. "Estou aqui no Brooklyn, um dos berços desses bailes de Vogue, exatamente para conferir um lugar que já está aqui há muito tempo, mas continua vibrante, lotado, jovem e, eu diria, relevante para essa comunidade", contou.

Em Nova York, Pedro conversou com ativistas, como a autora de best-seller e empreendedora, Jodie Patterson, mãe de um menino trans; a atriz transgênero Peppermint, participante do reality norte-americano RuPaul's Drag Race; e o designer Willie Norris. "Acho que muita gente não entende que ser trans não é uma escolha. A verdade é que todo mundo quer ser aceito, quer abraçar a própria realidade, a própria verdade, quer se olhar no espelho com orgulho", concluiu Pedro Andrade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários