Boris Casoy durante entrevista ao
Reprodução/TV Globo
Boris Casoy durante entrevista ao "Conversa com Bial"


A CNN Brasil acaba de confirmar a contratação de Boris Casoy como um de seus primeiros reforços para 2022. O veterano, que estava desempregado, irá substituir Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião, exibido dentro do noticiário matinal CNN Novo Dia. Sua estreia está marcada para janeiro.


"A CNN Brasil anuncia a contratação do apresentador que inaugurou a opinião nos telejornais do Brasil. O jornalista Boris Casoy ficou conhecido como âncora do TJ Brasil, de 1988 e 1997, no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), ao emitir opinião sobre as reportagens exibidas", diz o comunicado que o canal enviou à coluna.

Leia Também

Boris passou por todas as emissoras de TV aberta do país, exceto a Globo. Até setembro do ano passado ele era o âncora do RedeTV! News, principal noticiário da emissora, mas ficou afastado por um longo período desde o início da pandemia e acabou demitido ao final de seu contrato.

Ele começou a fazer vídeos para o YouTube, nos quais aparece lendo as principais manchetes do dia dos jornais e dando suas opiniões. O formato ainda é exibido diariamente pela TV Gazeta, que cedeu uma faixa de sua programação para um patrocinador, que banca o noticiário em sua grade.

Boris Casoy lançou o bordão "isso é uma vergonha", pontuando o final de cada comentário que fazia sobre os fatos relacionados com a falta de ética. Ele também criou a expressão "é preciso passar o país a limpo", que marcou a época do impeachment do ex-presidente Fernando Collor, no começo da década de 1990.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários