Chorão morreu em 2013, vítima de uma overdose de cocaína
Divulgação
Chorão morreu em 2013, vítima de uma overdose de cocaína


O que era para ser uma bela homenagem a Chorão (1970-2013), acabou se tornando um show de horrores. Alexandre Abrão, filho do cantor, havia se unido aos integrantes do Charlie Brown Jr. para a realização de uma turnê para celebrar a memória do artista e também para reunir os fãs da banda, mas tudo acabou azedando, com uma série de troca de ofensas por ambas as partes.

"Há oito anos que eu não falo nada. Primeira vez em oito anos que eu vou expor alguma coisa pessoal", diz Abrão, em entrevista ao Domingo Espetacular, da Record, que irá ao ar neste domingo (14). O herdeiro de Chorão comenta que não sabe o motivo que levou os músicos da banda a romperem com ele. "Eu sempre falei: 'Vocês têm 25%. O que eu vou ganhar, vocês vão ganhar também'. Tudo que eles me pediram, tudo que eles queriam, eles vinham e colocavam como barreira, eu falava ok."


Marcão e Thiago Castanho foram os primeiros a pularem fora do barco, e acabaram motivando todos os demais integrantes do Charlie Brown Jr. a seguirem seus passos. Eles fariam a Tour Chorão 50 na companhia de Alexandre, mas decidiram romper com o rapaz e se unirem para criar um novo projeto.

Leia Também

Os antigos companheiros musicais de Chorão relataram inúmeras dificuldades em lidar com Alexandre, e se incomodaram com a ganância e prepotência do rapaz. Segundo eles, a homenagem tinha tudo para ser algo grande, mas o jovem teria atrapalhado boa parte do andamento do projeto.

"A gente fez todos os esforços possíveis para que essa parceria desse certo entendeu, mas é muito difícil você trabalhar com uma pessoa assim, que na verdade toma sempre a frente das coisas, que quer sempre centralizar tudo e acaba não fazendo direito e não respeita o combinado e tudo mais", afirma Marcão. "É triste e me dá uma certa revolta sabe? Porque os fãs não tem nada com isso", comenta Castanho, lamentando o fim da turnê.

Os músicos se uniram e criaram um novo perfil no Instagram, que já conta com 20 mil seguidores. A ideia deles é criar um novo projeto para homenagearem o músico e também a trajetória de sucesso da banda.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários