luxo
Arquivo pessoal

Renovando o Luxo, empresa que realiza a intermediação, desponta no mercado brasileiro

Já se foi o tempo em que produtos de marcas de luxo eram simplesmente “acessórios”. Hoje, sabe-se que eles são investimentos. É o que diz a CEO e fundadora do “Renovando o Luxo”, empresa que intermedia a compra e venda de artigos de luxo, Kamilla Agacci Boing. “As melhores escolhas e os melhores investimentos estarão sempre relacionados às peças clássicas que são produzidas de forma contínua pela marca”, explica a empresária.

Pode-se inferir que os itens clássicos, aqueles que nunca saem do mercado, costumam valorizar com o tempo, tornando-se ótimos investimentos. Exemplos disso são a bolsa Chanel 2.55, uma das mais desejadas e que tem o valor reajustado anualmente pela marca, a Neverfull da Louis Vuitton, bolsa mais procurada e vendida na maioria das second hand de luxo, e a Birkin da Hermès, a mais cara e exclusiva das bolsas de luxo.

O “Renovando o Luxo”, empresa de second hand de luxo que está no mercado há quase uma década, trabalha com marcas internacionais como Louis Vuitton, Chanel, Hermès Gucci, Fendi, Valentino e outras. “Atualmente, trabalhamos com praticamente todas as marcas de luxo e recebemos produtos diariamente de mais de 2.500 fornecedores de todo o país. Temos 18 grupos de Whatsapp lotados. Qualquer pessoa pode ser nossa fornecedora, mas a peça passa por um processo criterioso de curadoria que avalia, principalmente, o estado de conservação do produto e sua autenticidade. Só trabalhamos com produtos em excelente estado e essa virou uma das nossas marcas registradas”.

 Kamilla Agacci Boing
Arquivo pessoal

Kamilla Agacci Boing

Ter a garantia de comprar um produto autêntico é um dos principais pontos quando se fala em second hand de luxo. Para isso, o Renovando o Luxo conta com duas empresas norte-americanas certificadoras de produtos de luxo: a Real Authentication e a Entrupy. “Poucas empresas no Brasil contam com a tecnologia Entrupy, somos uma das primeiras empresas que utiliza”, revela Kamilla, ao contar que 100% dos produtos vendidos são auditados e têm garantia de originalidade. “É nossa seriedade que nos dá credibilidade e fideliza nossos clientes e fornecedores de produtos há quase uma década”.

O potencial de revenda de um produto em second hands de luxo é um dos principais pontos levados em consideração por jovens que consomem esses itens costumeiramente. De acordo com a pesquisa de 2019 True-Luxury Global Consumer Insight do BCG- Altagamma, que ouviu mais de 12 mil pessoas em 10 países, 57% dos consumidores da geração Z levam isso em conta, enquanto apenas 22% da geração boomer pensa dessa forma.

O segredo do sucesso é a credibilidade que a empresa adquiriu ao longo do tempo. “A transparência com o cliente e a seriedade com que levamos todos os processos nos deram vantagens competitivas”. Sempre com olhar atento às vantagens competitivas, a CEO da empresa, de olho na estratégia do omminichanel, ou seja, o uso simultâneo do online e do offline, abrirá sua primeira loja física em Florianópolis/SC. “Queremos elevar ainda mais o patamar de experiência do cliente com a nossa intermediação dos artigos de luxo”, finaliza a empresária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários