As lentes dentais têm sido uma revolução nos consultórios odontológicos por permitirem resultados rápidos e eficazes para a correção de problemas estéticos. Entretanto, junto com a disseminação da técnica, surge o problema de se deparar com profissionais mal preparados.

Rodrigo Vieira
Reprodução
Rodrigo Vieira

O dentista Rodrigo Vieira, conhecido como dentista das estrelas, alerta que, se colocadas inadequadamente, pode haver consequências sérias para a saúde. "O dente por trás da lente continua sendo dente e não muda o risco de adquirir cárie. A lente protege o dente por vestibular (parte da frente), pois é mais resistente a fraturas, não altera a cor ao longo dos anos, é mais resistente a ácidos e não adquire cárie. Entretanto, se for mal colocada, pode haver acúmulo de resíduos de alimentos, o que causará cáries e mau hálito". A dica é fugir de preços muito baixos e de promessas irreais.

Os problemas podem iniciar na preparação dos dentes para a colocação. Há vezes em que é necessário fazer desgaste dos dentes. Vieira destaca que o ideal é que o desgaste seja mínimo ou que nem seja realizado, pois se for feito em excesso poderá acarretar problemas sérios, como a necessidade de realizar tratamento de canal. "O desgaste excessivo prejudica a estrutura e é irreversível", afirma o dentista.

A recomendação dele é se certificar de que aquele profissional está capacitado. "É importante que o profissional esteja cadastrado no Conselho Regional de Odontologia. Também peça para ver, durante uma consulta, os casos realizados por esse profissional e se lhe agradam esteticamente". Por fim, se o resultado não for satisfatório, Rodrigo Vieira afirma que é possível retirar as lentes."Tenho laser em minha clínica que remove lentes realizadas por outros profissionais facilmente. Muitos buscam melhorar cor, forma, estética e textura.  Quando nos procuram, realizamos novas lentes".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários