Ex de Dinei faz BO de agressão e jogador nega as acusações
Reprodução/O Dia
Ex de Dinei faz BO de agressão e jogador nega as acusações


O que era para ser uma confraternização acabou tendo efeito contrário. Pelo menos é o que garante Erika Dias, de 35 anos, ex do jogador Dinei, um dos participantes do reality show 'Ilha Record', de Sabrina Sato. Segundo nos contou, tudo começou na tarde do último domingo (12) enquanto o famoso participava de um bate-papo no Camarote FielZone, localizado na Arena Corinthians, em São Paulo. Como o seu aniversário foi na sexta (10), o Corinthians ficou de mandar a bateria da Gaviões da Fiel para fazer uma surpresa. Só que ele não sentiu vontade de permanecer para a homenagem. Erika bem que tentou dar uma insistida, mas não teve jeito: Dinei não gostou.


"Me exaltei porque ele começou a dizer que eu queria ficar lá para ver homens e também porque me segurou pelo braço, deixando-o roxo. Ninguém fez absolutamente nada. Nem os seguranças do FielZone", expôs. De lá, Erika foi para um departamento policial, onde disse ter permanecido duas horas sem conseguir registrar o boletim de ocorrência. "Fui para casa, cheguei à meia-noite. Já o Dinei, por volta das 4h30, chutando a porta do apartamento e totalmente bêbado. Liguei para a delegacia", continuou.

Você viu?

Questionada sobre a ação da polícia, enfatizou que foi rápida e a orientou quanto à medida protetiva e ocorrência on-line. "Me sinto de mãos atadas, muito triste por ninguém ter movido uma palha para me ajudar. Estou abalada com tudo isso. Não quero causar nenhum mal, mas é fato que ele precisa se cuidar", ressaltou Erika, que buscou abrigo na residência da família, de quem, aliás, mencionou ter se distanciado devido ao relacionamento. "O Dinei não conversava com eles. Sentia ciúmes do marido da minha irmã", relatou.

Em outro momento do desabafo, garantiu não ter mais volta: "Ele é ciumento, sistemático, já brigamos algumas vezes, mas nunca como essa da FielZone. Então, para que não seja pior, não existe essa possibilidade". E como se conheceram? "Nós nos conhecemos por intermédio de alguns amigos. Nem sabia quem era Dinei, porque não entendo nada de futebol. Porém, começamos a namorar em agosto de 2020, e depois de três meses estávamos morando juntos".

Agora, Érika só quer poder pegar as suas coisas que ainda estão lá no imóvel, reaver o dinheiro que ela alegou ter sido retirado da sua conta (algo em torno de R$ 10 mil) e tocar a vida adiante.

Procurado, Dinei negou as acusações: "A polícia veio aqui e não viu nada. Se tivesse alguma coisa, tinha me levado para a delegacia. Não deu mais. Nos separamos". Em seguida, falou que, "se a pessoa está com dor de cotovelo, que vai ser feliz, porque estou com a minha consciência tranquila". O ex-atleta também pediu para ver o BO a que tivemos acesso. "Aí diz que não quiseram fazer porque não viram nada, por isso o digital. Quer assunto e fama", finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários