Kethellen Avelino
Instagram
Kethellen Avelino

Uma das participantes da primeira temporada do reality 'Brincando com Fogo Brasil', da Netflix, Kethellen Avelino, viveu um drama pessoal na infância que só agora resolveu revelar: ela foi molestada pelo pai dos 6 aos 12 anos. "É um assunto muito delicado, que eu nunca quis que viesse à tona, mas ao mesmo tempo que eu não queria, eu queria porque poderia ajudar outras pessoas. Eu nunca pensei em dividir isso, mas depois do programa, da experiência de ser exposta em um reality, me sinto uma pessoa mais forte, mais corajosa. Não quero que as pessoas me vejam como uma coitada. Quero que as pessoas me vejam como uma mulher f*** que superou e quero também ajudar outras mulheres que, por mais cruel que possa parecer, foram vítimas dos próprios pais", conta com exclusividade à coluna.

Amazonense, de 23 anos, Kethellen revelou que as terapias realizadas para entrar no programa a ajudaram a rever seus medos. "Sei que depois dessa entrevista, depois de colocar a minha cara a tapa vão surgir coisas negativas, mas eu sei que sou forte, que estou forte e consciente. A minha passagem pelo reality e a minha vontade de expor agora não são em vão. Eu sempre soube que tinha uma missão e acredito que esse é o momento".

Kethellen não tem contato com o pai biológico desde que a violência foi descoberta. "Uma tia descobriu lendo o meu diário, que comecei a escrever aos 10 anos, mas eu fui molestada dos 6 aos 12 anos. Ela reuniu a família e contou tudo e todos queriam denunciá-lo, mas não fizeram por causa da minha mãe", explica a modelo ainda sofre com trauma. "É difícil, mas eu sei que vou superar. Eu acredito", finaliza.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários