Jornalista da GloboNews fala de homossexualidade
Globonews/Reprodução
Jornalista da GloboNews fala de homossexualidade


No dia em que se comemora o Orgulho LGBTQIA+ , nesta segunda-feira (28), o jornalista Marcelo Cosme usou as redes sociais para exaltar uma propaganda feita pelo Jornal O Globo sobre a luta contra o preconceito .

Só que o apresentador já tinha se posicionado contra a homofobia ao falar abertamente sobre a sua orientação sexual durante uma live com o arquiteto Mauricio Arruda, a youtuber Alexandra Gurgel e a vereadora Erika Hilton (PSOL), na última sexta-feira. O âncora da GloboNews revelou como foi difícil se assumir por ser um rapaz a cidade do Rio Grande, distante quatro horas da capital gaúcha, Porto Alegre.



“A minha casa me limitou durante muito tempo… Eu sou de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul e aquilo não era admissível. Eu só fui ficar com um homem em Brasília quando morava sozinho. Por morar sozinho, acabava facilitando. Depois que você mora longe da família, você se permite. E foi por morar longe da família que eu pude me experimentar e ter a certeza que eu sou assim, e ponto, não tem problema”, contou.

"Eu fiquei reprimido durante 28 anos por morar muito perto da minha família. Ir para Brasília me deu uma segurança muito maior, porque eu lembro de me esconder até de mim mesmo no início. Eu me escondia de mim, dos meus amigos, e hoje em dia eu não me escondo de ninguém”, admitiu.
Marcelo Cosme ainda revelou que os pais só foram saber da sua orientação sexual recentemente, já as irmãs e seu filho, Eduardo Cosme, de 21 anos, fruto de uma relação passada, souberam há mais tempo. “Eu contei pra minha mãe, e só fui contar para o meu pai há dois anos. Ele só disse: ‘Oh, tudo bem, mas eu não quero falar sobre esse assunto’. E a gente não conversou mais sobre esse assunto, ele respeita e tá tranquilo”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários