Karine Elethério e Mc Frank
Reprodução Instagram
Karine Elethério e Mc Frank

Karine Elethério, ex-mulher de Mc Frank que acionou a polícia na última sexta-feira, após ser, mais uma vez, vítima de agressão do pai de seus dois filhos, conversou com a coluna sobre o episódio. Ela afirma estar separada do cantor desde dezembro do ano passado, após 13 anos de relacionamento. Segundo Karine, o fim da relação também aconteceu em meio a outro episódio que envolve agressão física : “Ele é extremamente psicopata ciumento. Tenho três Maria da Penha contra ele. Pedi medida protetiva contra ele três vezes e não consegui”, lamenta.

A estudante de nutrição conta ainda que quando foi agredida pela última vez, ela havia ido buscar os dois filhos na casa do funkeiro que, segundo ela, teria pedido para ver as crianças porque havia se comprometido a se internar para se tratar contra as drogas. "O Frank tem os problemas dele com a cocaína. Eu deixei ele pegar as crianças por três dias, porque ele disse que iria se internar pra fazer um tratamento contra as drogas e queria ficar um pouco com as crianças”, afirma Karine, que ainda narrou as agressões sofridas.

“Quando ele me ligou dizendo pra buscar as crianças, me disse que tinha algumas coisas pra resolver. Eu pedi pra ele descer com as crianças, porque eu disse que não iria entrar no condomínio dele e aí ele desceu sozinho. Abriu a porta do meu carro, me jogou pro branco do carona. Ele estava armado, uma arma ilegal, e eu pulei do banco do carona pra fora do carro. Ele veio me puxando pelo cabelo, me arrastou pelo asfalto diversas vezes e me jogou dentro do carro novamente. Ele me deu socos. Eu tô muito machucada, não consigo nem levantar da cama. Tô com a boca toda estourada, ele me deu diversas cotoveladas. Tudo isso pra tentar me colocar dentro do carro pra dar uma volta”, revela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários