Ingrid Freitas e Tiee
Reprodução Instagram
Ingrid Freitas e Tiee

Ex-amante do cantor Tiee, Ingrid Freitas resolveu quebrar o silêncio e falar abertamente sobre seu relacionamento com o sambista.

O namoro dos dois terminou oficialmente em dezembro do ano passado, mas ela garante que depois disso continuaram se vendo eventualmente e só cortaram de vez a relação há pouco mais de um mês.

A corretora de assistência médica conta que sua vida virou um verdadeiro inferno desde que seu nome foi envolvido na matéria desta coluna, que contou com exclusividade sobre as quatro amantes que o cantor teve mesmo casado com Bárbara Murta. "Desde que saiu a primeira matéria envolvendo meu nome, sou xingada, mal interpretada e julgada, porém, só quem viveu com este homem pode falar", diz Ingrid.

Ela ainda revelou o motivo pelo qual não mencionou à esta colunista sobre a mulher de Tiee, Barbara Murta, no momento em que falou sobre as outras amantes dele.

"As mensagens que mais recebi foram de pessoas me atacando e outras me perguntando o por que falei das 'amantes' e não falei da 'esposa'. Não falei porque ele sempre falava que era solteiro e não tinha nada com Barbara e que, inclusive, ela morava com, ele mas ele sempre me mostrou e me deixava em paz quanto a isso. Dizia que não tinha nada com ela, que ela tinha virado uma amiga e que estava em processo de ir pra outra casa, que ela só era a mãe dos filhos dele".

A loura disse ainda que no período em que esteve com Tiee foi reprimida pelo cantor, que não a deixava compartilhar detalhes de sua vida nas redes sociais. "Ele não deixava eu postar mais minha vida no Instagram, me restringiu, me privou de muitas coisas, inclusive de trabalhar, de sair com amigas, de usar certas roupas, de ir a certos lugares e muitas outras coisas que não deve falar aqui, mas ele sabe".

Ingrid garante ter tentado contato com a mulher do sambista, mas diz que foi ignorada solenemente e que o casamento dos dois é 'aberto'. "Quando fizemos um pouco mais de um ano, tentei entrar em contato com a Bárbara, via Instagram, mas já estava bloqueada, ou seja, ela já sabia de mim. E o que fez? Nada. Até porque na minha cabeça não tinha porque fazer algo. Mas não fiquei satisfeita. Tentei entrar em contato por outro perfil, porque estava sentindo que tanto eu como ela estávamos sendo enganadas. Porém, ela nunca deu ouvidos, foi aí que me toquei que era um relacionamento aberto, visto que ele já não tinha somente a mim e a ela, mas sim várias mulheres".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários