Marcela Mc Gowan está acostumada a falar de sexo abertamente . Nossa coluna, então, resolveu fazer uma entrevista com perguntas mais picantes, e a ex-BBB topou responder sobre o sexo anal e orgasmo. Ela também falou do que tem medo na vida e a lição que tirou ao participar do reality show mais visto no Brasil. “Acredito que a lição foi estar sempre aberta para aprender, crescer e também a ter cuidado com julgamentos. Aqui fora fomos muito julgados e tudo tem dois lados né? Então, foi um grande aprendizado neste sentido”, assumiu.

Ex-BBB Marcela Mc Gowan
Reprodução/Instagram
Marcela Mc Gowan


Olhando para trás, é logico que a gente vê hoje a mulher mais corajosa, mais ativa e mais interessada em assunto ligados ao universo feminino. Mas, na sua opinião, por que as mulheres criticam mais e até pegam mais pesado nos seus comentários sobre outra mulher como Luisa Sonza e a influenciadora Stefy?
Todas nós somos educadas numa sociedade machista e patriarcal que estimula a rivalidade feminina e a competição entre as mulheres. Mesmo que a gente tenha consciência das nossas conquistas e lutas, ainda estamos inseridas nessa mesma sociedade e toda mudança é um processo.


Quando para você virou a chave de que é preciso falar sobre sexo?
Na época da minha residência em ginecologia quando comecei a atender mulheres, vi que elas tinham muitas dúvidas sobre sexualidade e ninguém se propunha a responder...Nem mesmo meus chefes médicos formados em saúde da mulher. Além disso, meu irmão, que é um homem trans entrou em um processo de transição e me fez entender o quão delicado e necessário era falar sobre esse assunto.

Por que o sexo ainda é um tabu na conversa entre mulheres? Os homens falam das transas, mostram como fazem e nós, mulheres, nos retraímos nesse tipo de conversa...
Falar de sexo é um tabu para todo mundo. Mesmo quando homens que falam sobre sexo, é sempre num registro de falar de performance e nunca sobre as vulnerabilidades que envolvem a sexualidade. Para as mulheres, isso fica ainda pior, pois há sempre um julgamento moral envolvido quando o assunto é sexo.

Você já propôs alguma vez colocar uma terceira pessoa e recebeu um olhar de reprovação que te deixou sem graça?
Acho que isso nunca aconteceu comigo porque sempre dialogo muito com as pessoas com quem me envolvo antes de propor qualquer experiência.

As mulheres ainda perguntam se engole ou joga fora?
Recebo todo tipo de questionamento possível sobre sexo, mas o que as pessoas precisam entender é que não há tantas regras. O que for consentido entre dois adultos que não desrespeite ninguém, é válido. E é importante que as mulheres conheçam seus desejos e preferencias.

O sexo anal é ou não é prazeroso?
Pode ser prazeroso. Toda região pélvica é cheia de inervações e possibilidades de prazer. O segredo do sexo anal prazeroso é não fazer sob pressão, fazer se for um desejo seu, estar se sentindo confortável e relaxada... e abusar da lubrificação.

Por que ainda existe aquela coisa de que muitas mulheres são frígidas. O que você acha?
As mulheres não são frígidas, inclusive esse é um termo muito machista. O estudo da sexualidade foi feito por anos ignorando o prazer feminino. Por isso o desejo feminino só começou a ser compreendido recentemente. Temos que romper com a ideia de que as mulheres não gostam de sexo ou de que a sexualidade feminina é complexa. O que acontece na verdade é falta de compreensão sobre as potências do prazer feminino.


Já fingiu orgasmo?
Infelizmente, como a maioria das mulheres, já tive a sensação que deveria fingir um orgasmo para agradar o outro. Hoje em dia, isso não acontece mais. Sou muito honesta comigo e com as pessoas com quem me envolvo sexualmente.

Como está a sua amizade com os ex-BBBs?
Está ótima! Aqui fora estreitamos os laços e tem sido muito especial. Nos apoiamos muito e é muito boa a sensação de ter do meu lado pessoas que viveram algo tão especial comigo.

Marcela tem medo de quê?
Tenho medo de não ser feliz, ou de parar de me sentir feliz com as pequenas coisas, como sempre fui.

Depois que você saiu da casa, as cantadas aumentaram ou diminuíram? Recebe mais de homens ou de mulheres?

Aumentaram muito, curiosamente e, felizmente, vem muito mais de mulheres.

O que você mais escuta nas ruas?
Escuto muitas coisas positivas, principalmente de mulheres. Dizendo que aprenderam muito com o ‘BBB’, que pela primeira vez ouviram falar sobre assuntos importantes.

O que ainda te falta?
O equilíbrio entre vida pessoal e virtual tem sido um aprendizado pra mim.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários