Juliano Ceglia
Reprodução Instagram
Juliano Ceglia

Na sexta-feira passada, durante a primeira festa de " A Fazenda ", o jornalista Juliano Ceglia revelou à Raíssa Barbosa que ele teria três processos criminais . A coluna descobriu que, além deles, havia pelo menos um processo cível: uma ação movida em 2016, pela motorista de Uber, Mariana Leitão, em razão de um acidente de trânsito, que teria sido provocado pelo peão.

No processo, a defesa de Mariana relata que ela e Juliano estavam num posto de gasolina, na Avenida das Américas, na cidade do Rio de Janeiro, quando o jornalista começou a buzinar, incessantemente, para que ela desse passagem.

Devido ao trânsito intenso, a defesa relata que Mariana não conseguia ingressar à via, quando Juliano teria acelerado sua pick-up Dodge RAM 2500 contra o Chevrolet Cruze da moça. Após a colisão, Mariana teria tentado sair do seu carro, mas foi surpreendida pelo jornalista que, novamente, bateu a pick-up contra a porta de seu veículo.

Segundo consta no processo, Juliano Ceglia teria saído do carro e tentado culpar a motorista pelo ocorrido. "Esbravejando e constrangendo-a no local, na frente de testemunhas e câmeras de segurança, sendo certo que jamais houve motivo plausível para tanta covardia", afirma a defesa.

Após Mariana ligar para a polícia, Juliano teria se desesperado e afirmado que 'trabalhava na Globo ' e que 'pagaria a quantia que ela quisesse'. Em seguida, segundo o relato, o jornalista deixou o local cantando pneu, sem prestar socorro e fazendo graves ameaças a Mariana.

No processo, a defesa da moça afirma que 'por um milagre, Mariana não foi gravemente lesada pela monstruosidade do ato de Juliano', uma vez que o jornalista teria quase atropelado a motorista de Uber ao colidir contra a porta de seu veículo, no momento em que ela tentava sair do carro.

Apesar da defesa de Mariana Leitão ter requerido indenização no valor de R$ 23 mil pelos danos causados, o processo foi extinto pela ausência do réu e da autora na segunda audiência.

    Veja Também

      Mostrar mais