Um ano depois de lançar a sua biografia, ‘Eu, travesti’, Luísa Marilac acaba de assinar um contrato com a Amazon para transformar a obra em um audibook. “Meu livro tinha sido lançado pela Record e eles cederam os direitos do audiobook e eu vendi para Amazon. Ainda não temos data de lançamento, mas eu espero que seja logo depois desse isolamento social por causa do coronavírus”, contou Luísa a coluna.

Leia também: Ousada, Bruna Surfistinha anuncia live sobre sexo em suas redes sociais

Luisa Marilac arrow-options
Reprodução/Instagram
Luisa Marilac


Luísa Marilac assinou o contrato ontem e está agora em negociação quem narraria a história. “Eles querem que eu faça, mas eu não sei se sou capaz. Talvez seja outra pessoa que vai gravar o livro”.

Leia também: Ex-BBB descobre gravidez durante a quarentena

Já em sua terceira edição, o livro é escrito por Luísa e a jornalista Nana Queiroz e conta a sua trajetória de vida, de quem saiu de Além Paraíba, na zona da Mata mineira, aos 15 anos, para morar em São Paulo, onde quase foi assassinada a facadas e acabou se mudando, antes dos 20, para a Europa. A publicação traz também outros momentos marcantes na vida da travesti fora do país , o affair  com um jogador de futebol famoso, a volta ao Brasil, preconceito, amizades, amores e aventuras sexuais.

Leia também: Victor Sparapane estreia na Netflix com série "Cidades Invisíveis"

 “Estou muito feliz com o sucesso e a repercussão. Estou jogando para o universo e quem sabe venha um filme como da ‘Bruna Surfistinha e até mesmo versões do livro em outros idiomas”, conta Luísa Marilac que está escrevendo um novo livro. “Ainda estou em um processo bem embrionário, escrevendo algumas coisas bem interessantes e aí depois vou sentar com a Nana para finalizar mesmo o livro. Gostei muito dessa área. É sobre experiências sexuais desde a infância até a minha vida adulta. O sexo ainda é um tabu neste país e precisamos falar sobre o assunto”.

    Veja Também

      Mostrar mais