Carla Diaz falou pela primeira vez, e com exclusividade a coluna de Fábia Oliveira , do "O Dia", sobre seu papel no filme 'A Menina Que Matou os Pais'. No longa com estreia prevista para o primeiro semestre de 2020, a atriz dará vida a Suzane Von Richthofen, que em 2002, aos 19 anos, encomendou a morte dos próprios pais com a ajuda do namorado e do cunhado.

Carla Diaz
Reprodução/Instagram
Carla Diaz


Carla Diaz afirmou ter aceitado o papel por encará-lo como um grande desafio em sua carreira. "Acredito que assim como muitos devem pensar e sentir, essa história chamou muito a minha atenção, porque não entra na minha cabeça uma filha cometer uma atrocidade dessas com os pais. E vendo pelo lado profissional, da atriz , esse é certamente um grande desafio para mim", disse.

Leia também: Carla Diaz será Suzane von Richthofen no cinema

Carla Diaz
Reprodução/Instagram
Carla Diaz


A atriz afirmou ainda não ter absorvido para si as críticas que surgiram após ela ter sido anunciada como protagonista: "as críticas não foram para mim, as pessoas se dividiram nas opiniões sobre a abordagem do tema. O que é natural. Sempre terão aqueles que apoiam e outros que não, mas cabe a todos nós respeitarmos a opinião alheia. Inclusive quero agradecer, pois recebi muitas mensagens de pessoas me apoiando e acreditando no meu trabalho como atriz".

Carla Diaz e Suzane von Richthofen
Reprodução/Instagram
Carla Diaz e Suzane von Richthofen


Leia também: Carla Diaz sofre tentativa de assalto e desabafa: “que mundo é esse?”

Carla Diaz ainda deixou claro que Suzane não terá qualquer relação direta com o filme. "A história é sobre um caso público e ela não tem nenhuma ligação com a produção do filme", contou. Portanto, caro leitor, Suzane não receberá nenhum centavo com esse filme, uma vez que se trata de um caso nacionalmente conhecido e de interesse público. 'A Menina Que Matou os Pais' será baseado nos depoimentos dos três culpados pelo homicídio dos Von Richthofen : Suzane e os irmãos Cravinhos.

    Veja Também

      Mostrar mais