Sandra de Sá, Larissa Luz, Léo Maia, Simone Mazzer e mais oito artistas se reuniram sob a direção de Fabrício Boliveira, Leonardo Domingues e Roberto Domingues para dar voz a uma das canções mais emblemáticas interpretadas por Wilson Simonal e marcar a estreia do filme da vida do cantor, que estreou na quinta-feira (08).

Leia também: Com apoio da família, filme sobre Simonal tenta mudar a reputação do cantor

simonal
Divulgação
Cena do filme "Simonal"


Tributo a Martin Luther King foi apresentada pela primeira vez em 1967 em cadeia nacional de televisão da entrega do Troféu Roquete Pinto, não sendo pré-aprovada pela censura. Mesmo assim, Simonal surpreendeu ao interpretar a canção ao vivo.

Fabrício Boliveira , que ajudou na direção desse encontro, interpreta Simonal no filme, mostrando a vida do cantor , que saiu da pobreza e comandou as maiores plateias do Brasil.

Simonal conseguiu transformar suas inseguranças da infância em grandes conquistas na idade adulta. Uma vez no topo, passa a se sentir invencível: exibe a sua riqueza e gosto por carrões e mulheres; faz propaganda de multinacionais; e se recusa a defender um discurso engajado contra a ditadura. Até que resolve ameaçar seu contador quando se vê com problemas financeiros, graças a seus gastos descontrolados, e acaba vendo seu nome envolvido com o Dops. Começa então a derrocada de uma das maiores vozes que o Brasil já ouviu. 

"The Politician"

netflix
Divulgação
Nova série de Ryan Murphy na Netflix, The Politicianganha primeiras imagens


Interpretado por Ben Platt, Payton Hobart é um estudante rico de Santa Bárbara, na Califórnia, e desde a infância sabe que será o Presidente dos Estados Unidos, mas antes precisou passar pelo cenário político mais traiçoeiro de todos: a Saint Sebastian High School.


Leia também: Em cena exclusiva do filme "Simonal", artista interage com Erasmo

Para conseguir ser eleito Presidente do Grêmio Estudantil, garantir um lugar em Harvard e permanecer em seu caminho único para o sucesso, Payton terá que ser mais esperto que seus colegas de classe impiedosos.

Meu amor por Grace

Meu Amor por Grace
Divulgação
Romance ‘Meu Amor por Grace’ chega em setembro aos cinemas


A Elite Filmes acaba anunciou que irá lançar nos cinemas brasileiros “Meu Amor por Grace”, uma história atemporal sobre amor e preconceito no Havaí dos anos 1920. A estreia está marcada para o dia 26 de setembro.

Segundo o diretor e roteirista David L. Cunningham, o filme é uma aventura romântica feita para reunir toda a família. A fotografia e as paisagens do Havaí chamam atenção, e o estrelado elenco conta com Matt Dillon, Jim Caviezel, Ryan Potter, e a estreante Olivia Ritchi

Leia também: Dedo duro da ditadura? O Simonal que o filme não mostra


    Veja Também

      Mostrar mais