Tamanho do texto

A Dona do Pedaço" estreou na segunda (20), acertando em diversos pontos, mas cometendo alguns exageros; veja mais destaques da coluna Bastidores

“A Dona do Pedaço” estreou na Globo na segunda-feira (20) agradando os telespectadores depois de “O Sétimo Guardião” fracassar. Como qualquer novela, a trama protagonizada por Juliana Paes tem seus pontos altos e seus pontos baixos, mas se Walcyr Carrasco continuar levando a história do jeito que começou, tudo leva a crer que ele terá sucesso.

Leia também: “A Dona do Pedaço” apresenta folhetim clássico na estreia

Reprodução
"A Dona do Pedaço" estreou fazendo sucesso na Globo


O autor optou por fazer “ A Dona do Pedaço ” em duas fases, mostrando primeiramente a guerra entre duas famílias: Os Matheus e os Ramirez. No melhor estilo “Romeu e Julieta”, Maria da Paz Ramires (Juliana Paes) e Amadeu Matheus (Marcos Palmeiras) se apaixonaram, de maneira pra lá de exagerada e rápida, e decidiram subir ao altar poucos dias depois de se conhecerem.

O amor proibido e a guerra – com inúmeras mortes das duas família, diga-se de passagem – parece ter sido um tiro certeiro de Walcyr Carrasco , mas, de fato, ele poderia ter feito as coisas com mais calma, já que em um espaço de tempo muito pequeno Maria da Paz conheceu Amadeu, se apaixonou, quase casou, fugiu e já até descobriu que está grávida dele.

A história das duas sobrinhas da personagem de Juliana, Virginia e Fabiana, também vem sendo um ponto forte na trama. As duas irmãs foram raptadas pelos Matheus. Fabiana foi sequestrada e seria morta por Vicente (Álamo Facó), mas o rapaz não teve coragem de atirar na menina e a colocou em um convento. Já Virginia fugiu depois que os rivais mataram sua mãe e foi parar nos braços de Beatriz (Natália do Vale) e Otávio (José de Abreu).

A sequência da história das irmãs promete ser boa, mas o fato de Beatriz e Otávio terem simplesmente ficado com Virginia entra na série das coisas que só acontecem em novelas.

Reprodução
"A Dona do Pedaço" tem alguns exageros


O folhetim conta ainda com um elenco de peso com atores como Ary Fontoura, Tonico Pereira, Betty Faria, Fernanda Montenegro, Marco Nanini, entre outros. Em compensação, temos atuações não tão boas assim como é o caso de Áurea Maranhão, que dá vida à Ticiana, irmã de Amadeu. A atriz realmente não é boa, mas ganha um desconto por ser novata.

Apesar dos exageros, e dos momentos mais forçados, o que acabada sendo comum em novelas, Walcyr Carrasco parece estar mais acertando do que errando, pelo menos nesse início da nova novela das nove. Nos resta esperar se "A Dona do Pedaço" continuará assim.

Leia também: Karim Aïnouz celebra recepção a seu "filme anti-machista" em Cannes

"Boni Bonita"

Boni Bonita
Divulgação
"Boni Bonita" é destaque no FESTin de Lisboa


"Boni Bonita", que marca a estreia do diretor Daniel Barbosa em longas-metragens, foi reconhecido pela 10ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa com a Menção Honrosa.

Ainda inédito no Brasil, o filme, que foi selecionado para o Slamdance, festival de cinema anual focado em artistas emergentes e filmes independentes de baixo orçamento nos Estados Unidos, vem percorrendo o circuito internacional.

A estreia aconteceu do longa com distribuição da O2 Play e Caco Ciocler e Ailín Salas no enenco, aconteceu em novembro do ano passado durante o Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, na Argentina.

Novas imagens de "The New Pope"

The New pope
Divulgação/Gianni Fiorito
Novas imagens de "The New Pope"


A FOX Premium, responsável pelos direitos exclusivos da série "The Young Pope" na América Latina, divulgou duas novas imagens oficiais da sequência de "The New Pope".

The New Pope
Divulgação/Gianni Fiorito
Nova imagem de "The New Pope"



Os novos oito episódios que compõem "The New Pope" estão em fase de pós-produção com a direção do vencedor doOscar Paolo Sorrentino, responsável, entre outras produções, por "A Grande Beleza" e "The Young Pope".

Destaque

Prodigo Films
Álvaro Peixoto
Prodigo Films anuncia novidades na área de conteúdo


Depois de um 2018 muito positivo para a Prodigo Films, a produtora, em parceria com a Netflix, produziu a série "Coisa Mais Linda", que estreou em março desse ano, e agora, devido ao grande sucesso, a obra ganhou uma segunda temporada. Além disso,  a produtora lançou o longa-metragem “Sueño Florianópolis”, uma coprodução com a Argentina, e a série documental “Outros Tempos”, um retrato sobre jovens.

No momento, a Prodigo está finalizando “Rompendo o Silêncio”, em coprodução com a HBO, bem como “Quanto mais cedo maior”, série voltada para o desenvolvimento da primeira infância no Brasil, e o documentário “Balé da Cidade de São Paulo - 50 anos”.

Leia também: Em São Paulo, Maria da Paz recebe notícias da família em " A Dona do Pedaço "

    Leia tudo sobre: