Tamanho do texto

Animação brasileira vendida em Cannes, vale a pena ver de novo e tributo ao Legião Urbana são destaques dos Bastidores

Até pouco tempo atrás, não era comum falar em animações brasileiras. Porém, isso tem mudado ao longo dos últimos anos, culminando em um dos maiores sucessos da animação nacional: “O Menino e o Mundo”, filme de Alê Abreu indicado ao Oscar de Animação em 2016.

Animação
Divulgação
Animação "Tito e os Pássaros" é destaque brasileiro em Cannes e consegue distribuição europeia

Em pleno F estival de Cannes 2018, as produções brasileira se vem no centro das atenções no que diz respeito a animação . Prova disso é a venda de “Tito e os Pássaros” para distribuição na Europa. O filme de Gabriel Bitar, André Catoto and Gustavo Steinberg foi comprado para distribuição pela Indie Sales, responsável, por exemplo, pela distribuição de “Minha Vida de Abobrinha”.

Leia também: Sob pressão inédita, Cannes encara desafio de manter foco sobre o cinema em 2018

O estilo artístico das animações, por sinal, é outro diferencial. Além de entrar na competição mundial das animações, o Brasil tem apostado em estilos distintos, e histórias tipicamente brasileiras.

A Arca de Nóe

Animação da Gullane com músicas de Vinícius de Moraes também encontrou seu espaço no Festival
Divulgação
Animação da Gullane com músicas de Vinícius de Moraes também encontrou seu espaço no Festival

A produtora Gullane também embarcou nas animações com “A Arca de Nóe”, que tem um plano mais ambicioso de distribuição. O filme já teve um pré-lançamento em alguns mercados, como China e Rússia, e em Cannes foi comprado pelo Cinema Management Group, ou CMG, responsável por “Com Amor, Van Gogh”, em 2017. O filme reconta a história bíblica com uma nova perspectiva, e conta com músicas de Vinícius de Moraes.

Leia também: Produções brasileiras voltam a se destacar nas mostras paralelas de Cannes

A perspectiva não é boa só para os filmes no festival no momento, mas para o panorama da animação brasileira no geral. De acordo com reportagem da Variety, O Brasil produziu cerca de 50 animações nos últimos 50 anos. Porém, 19 desses filmes foram produzidos nos últimos cinco anos.

Brasil em Cannes

Ainda sobre o Brasil em Cannes, “Los Silencios”, de Beatriz Seigner, foi muito bem recebido no Festival, emocionando sua criadora. Outra produção, dirigida por Joe Penna e estrelada por Mads Mikkelson, “O Ártico” também foi muito elogiado na croisette.

Pancadaria

Uma das cenas mais icônicas da teledramaturgia brasileira volta a ser exibida nessa segunda-feira (14). A briga entre Maria Clara (Malu Mader) e Laura (Claudia Abreu) vai passar no próximo capítulo de “Vale a Pena Ver De Novo”. A novela, que não tem ido muito bem de audiência na reprise, teve uma memorável cena onde a personagem de Malu Mader se vinga de sua inimiga na base do tapa.

Somos Tão Jovens

Grupo que homenageia o Legião Urbana apresenta em São Paulo clássico
Divulgação
Grupo que homenageia o Legião Urbana apresenta em São Paulo clássico "Que País é Este?" na íntegra

O grupo "Somos Tão Jovens – Tributo Legião" se apresenta em São Paulo (SP) com o show especial Que País é este – 30 anos, em comemoração ao lançamento do álbum da banda em 1987. A apresentação acontece no dia 27 de maio de 2018, às 20h, no Teatro Eva Wilma. O show ainda trará, além das canções do disco, outros vários sucessos da Legião Urbana que marcaram o rock nacional.

Leia também: Animação : a escalada de um produto infantil à forma de arte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.