Tamanho do texto

Os possíveis impactos do novo filme de Jessica Chastain em Hollywood, trailer deo novo Homem-Formiga e mais destaques na coluna Bastidores

Na última terça-feira (01) foi anunciado que a atriz Jessica Chastain vai produzir e atuar em um novo longa-metragem sobre espionagem. Embora não se saiba muito sobre a história, é fato que a trama envolve espionagem. O próprio nome, “ 355 ”, escolhido por Chastain, remete a primeira espiã que participou da revolução Americana.

Jessica Chastain vai produzir e estrelas filme sobre espionagem com Marion Cotillard, Penelope Cruz, Lupita Nyong’o e Fan Bingbing
Reprodução/Instagram
Jessica Chastain vai produzir e estrelas filme sobre espionagem com Marion Cotillard, Penelope Cruz, Lupita Nyong’o e Fan Bingbing

Juntam-se a Jessica Chastain grandes nomes do cinema, como Marion Cotillard, Penelope Cruz, Lupita Nyong’o e Fan Bingbing. O roteiro também é assinado por uma mulher: Theresa Rebeck, enquanto a direção é de Simon Kinberg.

Leia também: Como os movimentos contra o assédio devem impulsionar as mulheres no audiovisual

Chastain foi um dos grandes nomes envolvidos no movimento “ Me Too ”, que surgiu na esteira das acusações envolvendo o produtor Harvey Weinstein. Ela reuniu um grupo de mulheres com o objetivo de oferecer apoio emocional e legal para outras pessoas do ramo que queiram fazer denúncias de assédio sexual.

Mesmo com o objetivo principal de evitar que esse tipo de comportamento continue a acontecer nos sets, o movimento busca oferecer mais vozes para as mulheres em todas as áreas de atuação, especialmente em espaços onde homens costumam ser maioria. A ideia é diversificar e igualar as oportunidades para homens e mulheres em todos os cargos da indústria cinematográfica.

Daqui para frente para o “Me Too”

Depois do “barulho” inicial do movimento, porém, muitos começaram a questionar sua longevidade. É fato que não há consenso sobre o grupo até mesmo entre as estrelas, e Asia Argento, uma das atrizes que acusou Weinstein, chegou a criticar o movimento, chamando de exclusivo.

Leia também: Hollywood em chamas: as atrizes que revelaram a violência nos bastidores

Com isso, sua credibilidade ficou arranhada, bem como sua capacidade de fazer mudanças efetivas em Hollywood. “355”, porém, pode ser o começo dessa mudança. Apesar de escolher um homem para a direção, o filme claramente tem nomes femininos potentes, que costumam ser sinônimo de sucesso.

Soma-se a isso o fato de que filmes com a temática de espionagem costumam ser protagonizados por homens, e vemos uma oportunidade para o movimento crescer na direção certa.

Ainda no começo da pré-produção, o filme ainda não tem data de estreia. Mas, quando chegar a hora, pode ser um divisor de águas para o “Me Too”.

Vai Fernandinha

Fernanda Souza encerrará a temporada de
Edu Viana/Divulgação Multishow
Fernanda Souza encerrará a temporada de "Vai Fernandinha" com a participação da cantora Maria Rita

A temporada de “Vai Fernandinha” vai acabar essa semana e a apresentadora recebe muitos convidados especiais. Na quarta-feira (02), por exemplo, Caio Castro dará as caras no programa, e os dois brincam com expressões russas, já que o ator vai para a Rússia na Copa do Mundo. Com mesclas de entrevistas sobre carreira, eles também fazem uma batalha de macarrão instantâneo.

O Homem-Formiga vive

Depois dos sucessos esmagadores dos dois filmes da Marvel lançados em 2018, “Pantera Negra” e “Vingadores: Guerra Infinita”, o estúdio prepara seu último lançamento para 2018. “Homem-Formiga e a Vespa” vai estrear em julho com a continuação da história de Scott Lang, que dessa vez ganha a companhia de Hope van Dyne como a Vespa.

Não fica claro ainda se o filme se passa antes ou depois dos eventos de “Guerra Infinita”, mas o último trailer liberada na terça-feira (01) mostra que Scott, mais uma vez, enfrenta problemas com a justiça, colocando em risco a segurança de todos a sua volta. Confira:

Felizes para sempre

Heloisa Périssé volta a São Paulo com seu espetáculo, o moonólogo “E foram, quase felizes para sempre”. Vista por mais de 1 milhão de pessoas, a peça terá apresentações em apenas dois finais de semana, a partir de 18 de maio. A atriz, que completa esse ano 30 anos de carreira, dá vida para 14 personagens diferentes no palco, nesta sua primeira comédia solo escrita por ela.

Leia também: Agora é a hora! Confira 10 diretoras de cinema que merecem atenção

Vilã

Enquanto não começa a atuar como espiã, Jessica Chastain se prepara para viver uma vilã em “X-Men: Fênix Negra”. Embora não se saiba muito da personagem, só que ela poderá mudar de forma. O filme estreia em 2019.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.