Tamanho do texto

Festival com artistas mulheres em São Paulo, o Oscar na internet, Lupita Nyong’o e Viola Davis e mais destaques da coluna Bastidores

O festival de música “ Women’s Music Event ” terá sua segunda edição em março. Entre os dias 16 e 17 de março o evento vai reunir cerca de 90 mulheres, entre artistas e profissionais da música de todo o Brasil para uma série de eventos, incluindo shows, conferências e workshops.

Leia também: O corpo da mulher na música: empoderamento ou objetificação?

Pitty será madrinha da segunda edição do Women's Music Event
Divulgação
Pitty será madrinha da segunda edição do Women's Music Event

A parte diurna do  festival de música será realizada no Centro Cultural São Paulo com uma programação intensa, somando 13 painéis, 8 workshops e 4 shows, dos quais participam fortes nomes femininos da música brasileira atual. Durante as discussões estarão em pauta temas dos mais urgentes dentro da indústria da música e do entretenimento. Entre os nomes confirmados na programação diurna do WME 2018 estão  Karol Conka , Alice Caymmi, Luiza Lian, Far From Alaska, Flora Matos, Tiê , As Bahias e A Cozinha Mineira, Sarah Oliveira, Bia Granja, Camila Garófalo, Eliane Dias, Fabiana Batistela, Barbara Ohana, Mariana Aydar, Fatima Pissara, Gaia Passarelli, Lei Di Dai, Renata Brandão, Lorena Calabria, Preta Rara, Flávia Durante, Anna Boogie, Manuela Rahal, Camila Garófalo, Patricia Palumbo, Roberta Martinelli, Claudia Assef, Daniela Rodrigues, Ellen Milgrau, Marina Dias, Renata Gomes, Nicole Balestro, Yasmin Muller, Ligia Lima, Camila Zana, Angela Johansen, Mariana Bergel, Manu Carvalho, Vera Egito, Elka Andrello, Joana Mazzucchelli, Roberta Youssef, entre outras.

Leia também: "A Mulher no Cinema" debate espaço e representatividade da mulher na sétima arte

Madrinha

Depois de ter Marina Lima como madrinha em sua edição de estreia, a edição de 2018 presta uma merecida homenagem à cantora e compositora baiana  Pitty . O painel exclusivo sobre sua vida e obra acontece na sexta, dia 16, das 17h30 às 19h, com mediação de Claudia Assef. Para participar da extensa programação de painéis, workshops e momentos de networking, o valor do ingresso é de R$ 40 (R$ 20 meia entrada) por dia. Os shows da banda Far From Alaska, de Luiza Lian, Flora Matos, além de uma atração surpresa, programados para o CCSP nos dois dias da conferência, são gratuitos.

Peso da fama

Carolina Ferraz é entrevistada por Sonia Racy
Divulgação
Carolina Ferraz é entrevistada por Sonia Racy

Carolina Ferraz foi entrevistada pela jornalista Sonia Racy e o bate-papo vai ao ar na próxima segunda-feira (05). Em crise com a Globo depois de perder o contrato e processar a emissora, a atriz comenta sobre diversos assuntos, inclusive a nova fase de sua carreira. Ela afirmou que “a fama é ruim, é perniciosa e não traz nada de bom”, mas disse entender que é consequência de seu trabalho.  “Amo trabalhar e, graças a Deus, tive sucesso e o reconhecimento do público”. Disse ainda que seu melhor papel é como mãe e que a maternidade das filhas Valentina e Ana Isabel foi a melhor experiência da sua vida.

Em parceria com Octávio Martins e Isser Korik, a atriz montou uma companhia de teatro, cuja primeira peça – “Que tal nós dois” estreou dia 2 de março no Teatro Folha. “A peça, escrita pelo próprio Otávio juntamente com Juliana Araripe, é uma comédia sobre a história de um casal de amantes que se encontra uma vez por ano em um quarto de hotel e discute questões da vida”, diz Carolina.

O Oscar na web

Me Chame Pelo Seu Nome
Divulgação
Me Chame Pelo Seu Nome

O Twitter divulgou o filme mais comentado na rede social entre os dias 23 de janeiro (data em que os nomes indicados ao Oscar foram divulgados) até 28 de fevereiro. “Me Chame Pelo Seu Nome” foi o mais lembrado na rede, seguido por "A forma da água", "Lady Bird", "Três anúncios para um crime" e "Trama Fantasma". Durante o mesmo período, o ator Daniel Kaluuya foi o artista indicado ao Oscar mais comentado no Twitter.

Lupita e Viola

Os fãs de Lupita Nyong’o e Viola Davis pode comemorar! As duas atrizes finalmente trabalharão juntas no longa “The Woman King”. Elas farão mãe e filha no filme que conta a história de Nanisca (Davis), que é a general de um exército militar feminino, e sua filha, Nawi (Nyong’o), que lutam contra franceses que escravizaram e tentaram destruir seu povoado.

Leia também: Vocalista de O Rappa se irrita e xinga público em festival de música

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.