Tamanho do texto

A carreira do DJ Bruno Martini, Amy Adams na TV, Caio Blat em série internacional e final de “Cidade Proibida” são destaques do Bastidores

Com apenas 25 anos de idade, o DJ Bruno Martini já é destaque internacional da música eletrônica – após alcançar uma posição histórica com “ Hear Me Now ”, parecia com Zeebo e o DJ Alok que se lhe rendeu o título de música nacional mais executada do Spotify, Bruno já viajou o mundo com seu trabalho em festivais e foi convidado por ninguém menos que Timbaland para trabalharem juntos. “Ele me mandou um e-mail [...] e na hora fiquei em choque. Agora temos um álbum de estúdio pronto”, revela.

Leia também: O lado bizarro do Rock in Rio? Dez histórias curiosas do festival no Brasil

Prodígio

Bruno Martini planeja disco de inéditas produzido por Timbaland em 2018
Verônica Maluf/iG São Paulo
Bruno Martini planeja disco de inéditas produzido por Timbaland em 2018

A música na vida do DJ vem desde o berço. Gino Martini, seu pai, era membro da banda Double You e produtor musical. Crescendo nesse ambiente, Bruno Martini conta que desde sempre esteve em contato com a arte e que ainda muito novo aprendeu a tocar como DJ. Aos 15 anos ele fechou o primeiro contrato internacional na Disney com a banda College 11 e depois participou da primeira série totalmente nacional do canal. Quando a parceria de cinco anos chegou ao final, Bruno voltou-se para a música eletrônica. “’Hear Me Now’ foi meu primeiro lançamento depois da fase Disney”, revela.

Leia também: Com David Guetta, DJs Dimitri Vega e Like Mike miram carreira internacional

O single foi um marco não apenas para sua carreira, mas para todo o cenário da música eletrônica no Brasil que, até então, era desacreditada. “Foi um marco para mim e para todos os DJs, foi quando viramos o jogo”, comenta Bruno. Com pouco mais de um ano após o lançamento da faixa, Bruno já tocou em festivais de peso como o Tomorrowland, Electric Zoo, Rock in Rio e foi convidado para agitar o after party do Grammy Latino. Mesmo com uma ascensão tão vertiginosa, o DJ garante que são mais de 10 anos trabalhando em sua carreira e que nada é “de graça” pela influência de seu pai. “Nunca usei isso como apoio”, diz.

O saldo desse ano para Bruno foi mais do que positivo – em pouco tempo seu nome se consolidou no cenário nacional da música eletrônica e o colocou no radar mundial de DJs, mas o próximo promete ser ainda mais intenso. “2017 foi uma reviravolta para mim. Para 2018 estou muito empolgado com as músicas e os lançamentos”, avalia o DJ. Agora contratado da Universal Music e com 12 faixas inéditas feitas em parceria com Timbaland prontas para ganhar o mundo, ansioso Bruno diz que não pode entregar seus novos projetos: “estou trabalhando com muita gente que não posso falar ainda”, admite. Agora só nos resta esperar para ver o que o prodígio da música eletrônica vai trazer em breve e ficar de olho nos lançamentos. 

Episódio especial

Entre erros e acertos, “ Cidade Proibida ” se encaminha para o fim da temporada na Rede Globo. Nessa terça-feira (19) a emissora exibe o episódio final, que será duplo. Serão dois casos para o detetive particular Zózimo Barbosa (Vladimir Brichta) resolver. O primeiro terá a participação de Fabíula Nascimento, como Violeta, e de Bruno Gagliasso, que dará vida a Samarone, um traficante que tira onda de homem honesto. Na sequência, a história de Marli (Regiane Alves) será contada, mostrando como a garota de programa, que é perdidamente apaixonada por Zózimo, se tornou sua parceira informal. O episódio encerra a primeira temporada da série.

Apesar de cada capítulo de ‘Cidade Proibida’ não ter vínculo com o episódio seguinte, a história de Zózimo e de Marli permeia toda a história da série. “Este é o único link constante que temos entre todos os episódios. O final é bastante surpreendente. É, sem dúvida, a melhor trama dos dois mostrada até agora, na minha opinião”, confessa Brichta, sem revelar a surpresa final da série. 

Leia também: No cinema e na TV, Vladimir Brichta foi o nome de 2017 na dramaturgia nacional

Encontro

Joelma e MC Bandida se encontraram nos bastidores de show em Brasília
Bruno Afonso
Joelma e MC Bandida se encontraram nos bastidores de show em Brasília

A cantora Joelma se apresentou em Brasília na noite do último domingo (17) e recebeu uma visita inusitada em seu camarim. A funkeira brasiliense MC Bandida, fã declarada da cantora, fez presença vip no evento e fez questão de ir cumprimentar a cantora no camarim. "Antes do funk eu era dançarina de forró, dancei em várias bandas e Joelma é minha rainha, foi super simpática comigo, me surpreendi". declarou a funkeira.

De volta ao Brasil

Laura Pausini sempre inclui o Brasil em sua rota de shows e em 2018 não será diferença. O que muda é o fato de que ela trará um novo trabalho para cá. Os novos projetos de música da artista italiana começarão a partir dos primeiros meses do ano com o lançamento do novo single em janeiro e, na sequência, o novo álbum, que é esperado nos primeiros meses de 2018.

"O compromisso que me aguarda é mais uma vez um desafio emocionante. A música é minha vida e logo vou me fazer ouvir com minha voz, meus pensamentos e meu coração. Mais forte do que nunca”, afirmou a cantora. Por aqui ela passa pelos dias 20, 21, 23 e 25 em São Paulo, Brasília e Recife.

McMafia

A Amazon anunciou que a série dramática McMafia, inspirada no best-seller de Misha Glennys, estreia no Brasil dia 2 de janeiro. Com oito episódios, o suspense é estrelado por James Norton, David Strathairn, Juliet Rylance e estará disponível para assinantes do Prime Video em mais de 200 países e territórios. O lançamento no serviço acontece um dia após a estreia oficial da série no Reino Unido, pela BBC One.

Criada por Hossein Amini e James Watkins, McMafia conta a história de Alex Godman (Norton). Filho de um ex-poderoso chefão do crime russo, ele vive sob a sombra do envolvimento da família com a máfia no passado. Quando ele começa a construir seu negócio de maneira legítima e estreitar laços com a namorada Rebecca (Rylance), o histórico criminoso retorna de maneira assombrosa e Alex se vê forçado a confrontar seus próprios valores para proteger aqueles que ama. O elenco conta ainda com Faye Marsay (“ Game of Thrones”) e com o renomado ator russo Aleksey Serebryakov como Dimitri, pai do protagonista. James Watkins dirigiu todos os episódios, que contam ainda com a participação do brasileiro Caio Blat.

Amy Adams na TV

Amy Adams retorna a TV na série
Divulgação/HBO
Amy Adams retorna a TV na série "Sharp Objects", baseada em livro de Gillian Flynn

Amy Adams , estrela do cinema indicada diversas vezes ao Oscar vai estrear na TV. Ela será a protagonista de “Sharp Objects”, série baseada no livro de Gillian Flynn e dirigida por Jean Marc Vallée para a HBO. A produção gira em torno da repórter policial Camille Preaker (Adams) que, recém-saída de uma breve internação em um hospital psiquiátrico, deve voltar à sua pequena cidade para cobrir os assassinatos de duas pré-adolescentes. Tentando montar um quebra-cabeça psicológico do seu passado, Camille acaba se identificando com as vítimas.

Leia também: Atração do Rock In Rio 2017, DJ Bruno Martini prepara voo solo com nova música

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.